Otimize a relação com seus fornecedores e qualifique suas operações de Logística Inbound, com organização e agilidade a partir da automatização de processos relacionados com recebimento de carga.

Acompanhe indicadores de desempenho logístico e eleve o nível de suas operações de Logística Outbound com a integração de processos e automatização da troca de informações para maior visibilidade e eficiência de sua gestão.

Obtenha dados de suas vendas no varejo e de distribuidores para aumentar vendas, reduzir rupturas e perdas com informações compartilhadas para estruturar seus processos e auxiliar seu gerenciamento.

Aumente a sua demanda de transportes e seja encontrado por Embarcadores de todo o país.

Facilite a comunicação entre sistemas de gestão e diferentes bancos por meio da transferência de arquivos de forma ágil, íntegra e segura.

    Um sistema capaz de atender os processos de negócios de seus clientes empresariais sem necessitar o investimento em desenvolvimento de sistemas internos.

    O PagPlan é uma solução que permite o pagamento das principais contas de concessionárias (como água, luz, gás, etc.) e DETRANs: utilizando o cartão de crédito como meio de pagamento.

      O EDI Business é uma solução altamente customizável para gestão operacional e estratégica de arquivos.

      O EDI Enterprise oferece uma infinidade de recursos de intercâmbio de informações baseado em um conjunto de regras de envio e recepção, múltiplos protocolos de comunicação, além de topologia altamente flexível.

      Inovação e tecnologia aplicados a emissão, recebimento e armazenamento de documentos fiscais eletrônicos.

      Tecnologia para conectar transportadoras e embarcadores com inteligência e compliance.

      Blog

      Gestão de Vendas e VMI

      Conheça 4 ações de sell out que podem ser usadas em seu negócio

      2 anos atrás - por:

      ações de sell out

      Uma das estratégias mais interessantes do marketing promocional é o sell out. Você sabe como ele é realizado e quais os seus benefícios para os negócios? As ações de sell out baseiam-se na venda de produtos direto da indústria para o consumidor final, mas se engana quem pensa que o processo é limitado à apenas esse conceito.

      Existem diversas ações de sell out que podem ser aplicadas na sua empresa e que proporcionam resultados muito interessantes. Continue a leitura do artigo a seguir para descobrir quais são e como você pode colocá-las em prática!

      O que são as ações de sell out?

      No início desse artigo você teve uma breve introdução acerca do que é o sell out que, de forma geral , é a comercialização que ocorre sem o uso de intermediários. Ou seja, uma fábrica de cadeiras pode revender seus produtos diretamente para um cliente que está procurando esse item para sua residência.

      Essa estratégia gera diversos fatores importantes. Em primeiro lugar, não há a necessidade de repassar parte das vendas para o intermediário. Ou seja, a margem líquida da empresa pode se tornar maior por cada venda realizada. Outro ponto muito destacado é o fato de que é possível colher informações direto com o consumidor final.

      Esse é um dado muito valioso e que pode orientar a tomada de decisão e as estratégias comerciais vigentes. Dentre os exemplos de aplicação do sell out, as fabricantes podem desenvolver novos canais de vendas e comunicação como os marketplaces e e-commerces.

      Agora que você já domina esse assunto, vamos listar ações de sell out que podem ser adotados no seu empreendimento. Veja.

      1. Operar com agilidade

      Agilidade é a palavra-chave para os negócios do século XXI. É fundamental ter uma produtividade alta e controle sobre todos os processos. Evitar atividades redundantes é uma forma de ter um dos ativos mais importantes: o tempo. Ações de sell out possibilitam ter mais agilidade nas tarefas comerciais e de despacho das mercadorias.

      2. Usar a tecnologia como aliada

      A tecnologia revolucionou diversos mercados e está em constante renovação. Todo negócio deve procurar adotar essa ferramenta como auxiliar nos seus processos. O uso do ERP e de demais softwares de gestão são exemplos de como a tecnologia pode ajudar no ganho de profissionalismo e produtividade.

      3. Identificar oportunidades de ativação

      Estar perto de seus clientes finais é uma forma inteligente de desenvolver um projeto de ativação. Você pode associar a sua marca a valores e projetos em que seus consumidores estejam engajados. Além disso, o branding da empresa pode ser cada vez mais fortalecido. Pense nisso!

      4. Controlar a ruptura de estoque

      A ruptura de estoque é um dos grandes problemas entre as empresas de varejo. Ela ocorre quando não há produto em estoque para atender um cliente. Com ações de sell out, esse erro pode ser significativamente minimizado, já que é possível ter uma maior previsibilidade das vendas e da base de consumidores.

      Sell in x sell out

      O sell in também é outro termo muito utilizado em ações de marketing. A diferença entre o sell in e o sell out é o fato de que o primeiro corresponde à venda para um distribuidor ou revendedor. Ou seja, existe um parceiro comercial que realiza as vendas para o elo final do mercado: o cliente.

      Você já teve alguma experiência com ações de sell out no seu negócio? Como foram os resultados? Conte para a gente no campo de comentários aqui abaixo!

      Por:
      eSales
      do autor

      Comentários sobre este post