Otimize a relação com seus fornecedores e qualifique suas operações de Logística Inbound, com organização e agilidade a partir da automatização de processos relacionados com recebimento de carga.

Acompanhe indicadores de desempenho logístico e eleve o nível de suas operações de Logística Outbound com a integração de processos e automatização da troca de informações para maior visibilidade e eficiência de sua gestão.

Obtenha dados de suas vendas no varejo e de distribuidores para aumentar vendas, reduzir rupturas e perdas com informações compartilhadas para estruturar seus processos e auxiliar seu gerenciamento.

Aumente a sua demanda de transportes e seja encontrado por Embarcadores de todo o país.

Facilite a comunicação entre sistemas de gestão e diferentes bancos por meio da transferência de arquivos de forma ágil, íntegra e segura.

    Um sistema capaz de atender os processos de negócios de seus clientes empresariais sem necessitar o investimento em desenvolvimento de sistemas internos.

    O PagPlan é uma solução que permite o pagamento das principais contas de concessionárias (como água, luz, gás, etc.) e DETRANs: utilizando o cartão de crédito como meio de pagamento.

      O EDI Business é uma solução altamente customizável para gestão operacional e estratégica de arquivos.

      O EDI Enterprise oferece uma infinidade de recursos de intercâmbio de informações baseado em um conjunto de regras de envio e recepção, múltiplos protocolos de comunicação, além de topologia altamente flexível.

      Inovação e tecnologia aplicados a emissão, recebimento e armazenamento de documentos fiscais eletrônicos.

      Tecnologia para conectar transportadoras e embarcadores com inteligência e compliance.

      Blog

      Logística Outbound

      O que é Tempo de Ciclo do Pedido (OFCT) e como pode ser calculado?

      11 meses atrás - por:

      ciclo do pedido

      Quando o cliente recebe a mercadoria dentro do prazo e sem avarias, as chances de fechar mais negócios e recomendar a empresa a outras pessoas aumenta. Uma das principais formas de mensurar esse índice de satisfação é por meio de um KPI chamado OFCT (OrderFulfillment Cycle Time)  ou Tempo de Ciclo do Pedido.

      Nos tópicos a seguir explicaremos melhor o que é OFCT e a importância de acompanhá-lo. Também apresentaremos a fórmula para calcular o Tempo de Ciclo de Pedido, dando um exemplo de como ele é feito na prática. Quer saber mais sobre o tema? Continue a leitura até o final!

      O que é Tempo de Ciclo do Pedido (OFCT)?

      É o intervalo entre a solicitação de pedido do cliente e a chegada da mercadoria até o endereço. Logo, ele deve ser o menor possível, o que requer coordenação e integração entre os setores envolvidos, bem como o uso da tecnologia. O OFCT é composto por seis etapas:

      • Entrada de pedidos: etapa composta pelos processos de emissão, consistência e protocolo de entrada dos pedidos;
      • Liberação: aqui é feita a verificação cadastral de dados, análise de crédito do cliente, averiguação de política comercial e análise de compatibilidade das operações;
      • Promessa de disponibilidade: nesta terceira etapa é verificado se o item pedido está no estoque, além de ser feita uma estimativa de entrega. Também ocorre a verificação de necessidade de priorização no processo de atendimento;
      • Programação de transportes: aqui é feita a roteirização das mercadorias, composição das cargas e acordos de entrega com as transportadoras;
      • Expedição: antes de a mercadoria sair para o seu destino, são feitos os processos de separação, conferência e carregamento da encomenda, bem como a emissão de documentos;
      • Controle de entregas: durante o transporte, é preciso informar ao cliente e ao lojista a localização da encomenda, além da comprovação de que a mercadoria chegou até o cliente.

      Por que esse KPI deve ser medido?

      Medir o OFCT fornece diversas informações sobre como anda a logística da empresa. Se existem pontos de ineficiência e fornecedores que atrasam a entrega de insumos, por exemplo, é possível fazer ajustes e automatizar ou eliminar etapas desnecessárias. Quanto mais a companhia observa o OFCT e busca dar atenção às falhas do processo, maiores as chances de o cliente perceber essa preocupação, aumentando a fidelização.

      Como o Tempo de Ciclo de Pedido é calculado?

      Para calcular o OFCT basta fazer uma subtração entre a data de entrega da mercadoria ao cliente e a de quando o pedido foi feito. Vale ressaltar que esse ciclo de pedido pode ser medido em dias, semanas, meses, ou anos, além da necessidade de observar algumas variáveis que impactam o resultado, como:

      • tempo de requisição;
      • tempo de produção;
      • prazo de entrega.

      Exemplo de como calcular o OFCT

      Imagine que o cliente solicitou um combo de livros no dia 5 de maio e que os fornecedores levaram quatro dias para entregar a mercadoria. Após a chegada do pedido, a equipe interna fez todos os procedimentos e a preparação da encomenda em um dia. Entre a expedição e a chegada até o cliente levou mais dez dias. Logo, o OFCT fica:

      OFCT = tempo de requisição + tempo de produção + prazo de entrega = 4 dias + 1 dia + 10 dias = 15 dias.

      Logo, o combo de livros chegou ao seu destino no dia 20 de maio. Nesse exemplo é importante verificar se é possível, por exemplo, o fornecedor entregar em menos tempo, ou ainda, analisar se o transporte pode ser feito com maior rapidez. Talvez seja interessante contratar um fornecedor que entregue em menos tempo, mesmo que seja um pouco mais caro ou que o prazo de pagamento pelo serviço seja mais apertado.

      Um ciclo de pedido menor implica na maior satisfação do cliente, que passa a comprar com recorrência, trazendo receitas para o negócio. Como falamos, esse indicador deve ser monitorado constantemente, no intuito de identificar falhas e etapas que podem ser encurtadas dentro da logística.

      Continue no nosso blog e aproveite paraentender a importância do gerenciamento de pedidos e como otimizá-lo!

      Por:
      eSales
      do autor

      Comentários sobre este post