Financeiro

Confira 6 práticas eficientes de gestão de assinatura

gestão de assinatura

Ter uma gestão de assinatura eficiente é essencial para as empresas que optam por esse modelo de negócio, tendo em vista que, apesar de não ser tão atual, tem se tornando uma tendência com o passar do tempo.

O modelo de assinatura ou pagamento recorrente funciona da seguinte maneira: a empresa fornece um serviço ou produto contínuo, e enquanto ele continuar sendo prestado, o cliente deve efetuar pagamentos periódicos, que podem ser mensais, trimestrais, anuais etc.

Por meio dele é possível criar uma relação mais sólida com os consumidores, impactando na lucratividade da companhia e, por este motivo, erros devem ser evitados para impedir que prejuízos aconteçam.

Para lhe ajudar no processo de gestão de assinatura, elaboramos este texto. Confira!

Quais são as vantagens do pagamento recorrente?

As vantagens são diversas, por este motivo, vamos mostrar aqui as principais. Veja!

Evita a inadimplência

Por meio da cobrança recorrente, a companhia consegue automatizar o pagamento pelo serviço por meio de sistemas específicos. Essa automação auxilia para que o cliente consiga se organizar para quitá-lo na data certa, evitando esquecimentos.

Possibilita a projeção financeira

Nesse contexto, fica muito mais simples visualizar o futuro. A instituição consegue prever o quando de receita vai entrar nos próximos meses, fazendo com que os relatórios financeiros sejam cada vez mais precisos e confiáveis, permitindo mensurar a saúde financeira do negócio de maneira mais efetiva.

Controla as finanças

Muitos gestores entendem que o cartão de crédito é um dos principais acumuladores de dívidas, contudo, é mais simples monitorar os gastos por meio da consulta da fatura e reserva de uma quantia na conta para pagá-la.

Por meio da assinatura recorrente, o indivíduo entende que todo mês deve separar o valor da mensalidade. É como anotar o débito em um papel e deixar que o banco trate de pagá-la.

Diminui a burocracia

Com o tipo de pagamento recorrente, a contratação do serviço ou produto se torna mais fácil. Um dos pontos principais é que, com esse modelo, é possível conceder termos de uso e contratos padronizados.

Fideliza os clientes

A empresa consegue desenvolver um atendimento mais próximo do consumidor, iniciando com a flexibilidade na precificação do serviço. Com isso, o cliente consegue adquirir algo que esteja de acordo com a sua necessidade.

Além disso, é uma forma de se relacionar rotineiramente com essas pessoas, que podem auxiliar com o feedback para o aprimoramento da qualidade do produto, elevando seu engajamento e ajudando na sua fidelização.

Como fazer uma boa gestão de assinatura?

Algumas práticas devem ser adotadas para que essa gestão possa acontecer da melhor forma. Por este motivo, preparamos algumas dicas.

1. Realize a conciliação automática de cobranças

Todo responsável pelo setor financeiro sabe que o processo de conciliação bancária pode ser algo desafiador e trabalhoso, por exemplo, controle de contas a pagar, validar as entradas e saídas, entre outros. Dependendo da complexidade da operação, essas atividades exigirão dedicação de vários colaboradores.

Uma alternativa para facilitar essa rotina está em automatizar a conciliação das cobranças por meio de um sistema ou facilitador de pagamentos. Com essa integração, não é mais preciso manipular arquivos de remessa e uso de boleto bancário.

Entre os ganhos com a automatização está o aumento da produtividade do time, que deverá se preocupar menos com outros tipos de tarefas.

2. Saiba utilizar o Customer Relationship Management (CRM)

O CRM é uma ferramenta que possibilita um melhor conhecimento sobre as pessoas a quem o serviço ou produto é destinado. Por meio de um sistema, é possível juntar dados sobre o comportamento dos consumidores e a relação deles com a empresa. Isso significa segmentar o público.

Se o negócio fornece planos de assinatura variados, por exemplo, você pode realizar a segmentação dos assinantes entre aqueles que têm o plano mais barato ou mais caro. Dessa forma, torna-se mais fácil oferecer recursos adequados e deixar o cliente mais satisfeito.

Além disso, a utilização correta do CRM viabiliza a criação de uma aproximação com o público e o aumento das chances de captação, reduzindo o cancelamento de assinaturas, também conhecido como churn.

3. Aprenda gerenciar as inadimplências

Não gerenciar corretamente as inadimplências é um grande erro, já que elas podem alcançar proporções exageradas e gerar grandes prejuízos.

Existem algumas questões que devem ser consideradas nesse processo com o intuito de compreender melhor por que problemas nos pagamentos acontecem, como:

  • se a data de vencimento está boa ou contribuindo para a inadimplência;
  • se o preço cobrado está elevado ou dentro da média;
  • se recursos para lembrar os clientes do dia do vencimento estão sendo utilizados;
  • ligação entre o cancelamento de assinaturas e a inadimplência, entre outros.

4. Administre as notas fiscais

Uma outra maneira de controlar as assinaturas é por meio de uma ferramenta de emissão de notas fiscais. Além da emissão e cálculo automático de impostos, ele tem um painel de controle de todos os faturamentos do mês e serviço de acesso a dados cadastrais de companhias.

5. Busque por processos menos burocráticos

Quando alguém vai adquirir algum serviço ou produto, tudo que ela menos deseja é perder tempo com burocracia. Quanto mais simples for a operação, melhor será para o consumidor e para marca.

Por este motivo, quando a organização economiza tempo para firmar cada contrato, ela consegue realizar mais vendas, tendo em vista que com apenas alguns documentos já é possível fazer uma negociação segura. Na assinatura acontece da mesma forma, deixando o cliente mais motivado a permanecer com a companhia por muito tempo.

6. Conte com um sistema de cobrança automática

Um software de cobrança automática é uma excelente alternativa para otimizar os processos. Com ele, é garantido a celeridade e a diminuição dos custos operacionais.

Um bom sistema possibilita a geração de relatórios completos sobre as movimentações, melhor acompanhamento dos recebimentos, organização das finanças, informações dos clientes, integração com outros sistemas e demais ações que permitem a automatização da rotina.

Além disso, esse recurso envia mensagens aos clientes, lembrando a data de vencimento, reduzindo, dessa forma, os riscos de atrasos nos pagamentos.

Por meio de uma gestão de assinatura adequada, é possível aprimorar o processo de contratação de planos. E, assim, garantir a expansão da empresa por meio desse tipo de negócio. Por isso, não espere mais para colocar essas dicas em prática e usufruir de todas as vantagens.

Gostou deste conteúdo? Então, aproveite para ler “9 simples passos para fazer gestão de custos operacionais” e entenda melhor sobre o tema!