Logística

Logística urbana: como planejar a mobilidade na cidade?

Cada dia cresce mais o número de veículos que transitam pelas grandes cidades brasileiras, se tornando um grande problema de mobilidade, devido ao mau dimensionamento para o tráfego de veículos pesados, à falta de locais apropriados para carga e descarga, desgaste das vias, entre outros. Por esse motivo, é importante elaborar soluções com base na logística urbana com o intuito de minimizar os impactos desses problemas.

Por meio de estudos efetivos e elaboração de estratégias eficientes, é possível criar meios e possibilidades para que as empresas consigam entender melhor os aspectos logísticos e realizar as entregas de seus produtos de forma mais ágil, segura e satisfatória, se adaptando ao caos dessas metrópoles. Quer entender melhor como a logística urbana pode contribuir nesse processo? Então, continue a leitura!

O que é mobilidade urbana?

Trata-se da condição propiciada à população para se locomover entre as diferentes zonas de um espaço geográfico. Nos dias atuais, os automóveis particulares e os transportes coletivos são os meios de mobilidade urbana mais usados.

Quando não existe um planejamento urbano efetivo e investimento em medidas à utilização das rodovias como meio de locomoção, os grandes centros urbanos sofrem com o excessivo número de veículos, que são os grandes responsáveis pelo congestionamento nas estradas, impactando na qualidade de vida das pessoas.

Assim, para que haja uma mobilidade urbana eficaz, é imprescindível a criação de condições adequadas que possibilitem a locomoção, seja de pessoas, seja de automóveis ou cargas.

Como é possível fazer um bom planejamento?

Pelo fato de a população crescer muito mais rápido do que a implementação de infraestrutura, a situação só tem piorado com o passar do tempo. Por isso, a necessidade de um bom planejamento, que pode ser criado ao conhecer melhor o que é a logística urbana, que é a busca por conhecimento e soluções para que as entregas sejam realizadas de forma eficiente.

O estudo relativo à logística urbana se propõe a esclarecer e reduzir os problemas de mobilidade, encontrando meios para que as companhias não sejam prejudicadas em suas operações.

Como garantir o sucesso da operação de mobilidade?

Como a pesquisa realizada por meio da implementação de logística urbana, muitas medidas podem ser vistas como uma forma de minimizar os impactos dos problemas. Veja algumas delas.

Faixas reservadas para o trânsito de mercadorias

Essas faixas são uma necessidade para que os transportadores de carga, independentemente do tamanho do veículo, possam ter uma melhor passagem. A adequação dos métodos de mobilidade urbana pode gerar uma solução desse tipo, por meio da abertura de corredores exclusivos a veículos de entregas.

Entregas fora de horários de pico ou noturnas

A entrega nesses horários tira o veículo de grande porte do momento em que existe um fluxo maior de carros e pessoas. Essa medida pode ser implementada por meio de determinações presentes em legislações municipais. Mesmo o horário comercial sendo a grande preferência das entregas, esse é um método que pode dar certo.

Treinamentos sobre logística urbana

O treinamento em prol da capacitação é uma questão importante, tendo em vista que, com especialistas internos, a logística da empresa se torna apta a entender as cidades e atuar diante delas com as melhores alternativas. Além disso, os treinamentos podem auxiliar os colaboradores a lidar com as adversidades da rotina referente ao tráfego e aos horários de entrega.

Logística colaborativa

Medidas colaborativas têm aumentado nos mais diversos ramos, e isso não é somente quando falamos em logística. Já existem no Brasil organizações que adotaram estratégias que permitem a inovação nessa área, conectando pessoas comuns a quem necessita da entrega de um produto. Dessa forma, com rotas semelhantes, existe a viabilidade de fazer o delivery de bicicleta, a pé, entre outros. Com esse meio, com agilidade e custo baixo, nenhuma entrega deixa de ser feita.

Centros de distribuição urbanos

Não importa o tamanho da estrutura desses centros, é essencial que eles estejam bem localizados, propiciando uma distribuição mais prática e em menor tempo, diminuindo os prazos de dias para algumas horas. Essa é uma ótima alternativa para marketplaces e e-commerces.

Pontos de entrega para o e-commerce

É uma outra solução simples, em que as empresas de e-commerce entregam os produtos em pontos de retirada, em vez de levá-los ao endereço do cliente. Dessa forma, com uma proposta mais flexível e custos menores, menos veículos estão na rua, além de evitar o atraso da entrega ao comprador.

Transportes alternativos

É importante que as empresas reforcem a ideia de que existem diversos meios de transporte que podem ser usados para entregas. Um exemplo são as bicicletas, que têm a capacidade de atender planejamentos logísticos com eficiência, ultrapassando obstáculos, como o tempo e o tráfego.

Como um software específico pode ajudar no planejamento logístico?

As operações logísticas necessitam de um monitoramento total das informações e maior eficácia para evitar eventuais problemas nas entregas, considerando que o número de cargas administradas no dia a dia é grande. Nesse caso, contar com o auxílio de um sistema próprio para logística pode proporcionar muitos benefícios, que tornarão mais simples o gerenciamento e a centralização das tarefas.

Por meio dele, é possível agilizar o fluxo de comunicação e a gestão de recursos, permitindo o máximo de exploração da capacidade das operações. Além disso, otimiza tarefas administrativas e gerenciais, reduz os custos e melhora a qualidade dos serviços prestados. Entre as principais funcionalidades desse tipo de ferramenta estão:

  • entrada dos pedidos;
  • projeção de recursos;
  • endereçamento das mercadorias;
  • recebimento e averiguação das cargas;
  • emissão de documentos;
  • estocagem;
  • separação dos pedidos;
  • estabelecimento e controle de rotas;
  • embalagem;
  • entre outros.

Avaliando todo esse cenário, fica fácil entender a importância da logística urbana para a elaboração e o aprimoramento de planos operacionais eficazes, com o intuito de manter o serviço de entrega de mercadorias rápido e prático e no tempo estipulado, independentemente das adversidades existentes quando falamos da mobilidade nas grandes metrópoles, tornando um grande diferencial competitivo para o negócio.

Agora que você entende melhor sobre logística urbana, que tal conhecer sobre outros assuntos? Então, assine agora mesmo a nossa newsletter e receba nossos materiais em primeira mão!