Otimize a relação com seus fornecedores e qualifique suas operações de Logística Inbound, com organização e agilidade a partir da automatização de processos relacionados com recebimento de carga.

Acompanhe indicadores de desempenho logístico e eleve o nível de suas operações de Logística Outbound com a integração de processos e automatização da troca de informações para maior visibilidade e eficiência de sua gestão.

Obtenha dados de suas vendas no varejo e de distribuidores para aumentar vendas, reduzir rupturas e perdas com informações compartilhadas para estruturar seus processos e auxiliar seu gerenciamento.

Aumente a sua demanda de transportes e seja encontrado por Embarcadores de todo o país.

Facilite a comunicação entre sistemas de gestão e diferentes bancos por meio da transferência de arquivos de forma ágil, íntegra e segura.

    Um sistema capaz de atender os processos de negócios de seus clientes empresariais sem necessitar o investimento em desenvolvimento de sistemas internos.

    O PagPlan é uma solução que permite o pagamento das principais contas de concessionárias (como água, luz, gás, etc.) e DETRANs: utilizando o cartão de crédito como meio de pagamento.

      O EDI Business é uma solução altamente customizável para gestão operacional e estratégica de arquivos.

      O EDI Enterprise oferece uma infinidade de recursos de intercâmbio de informações baseado em um conjunto de regras de envio e recepção, múltiplos protocolos de comunicação, além de topologia altamente flexível.

      Inovação e tecnologia aplicados a emissão, recebimento e armazenamento de documentos fiscais eletrônicos.

      Tecnologia para conectar transportadoras e embarcadores com inteligência e compliance.

      Blog

      Inovação e Tecnologia

      O que é metodologia SMART? Saiba quais suas aplicações

      3 semanas atrás - por:

      metodologia smart

      Sempre que uma empresa consegue atingir um bom resultado, é porque algum objetivo foi alcançado. Mesmo sendo uma constatação óbvia, vamos aqui adentrar um pouco em seus elementos, de modo a explicar um conceito que pode ajudar bastante empresas de diversos segmentos: a metodologia SMART.

      Onde essa metodologia é aplicada e como ela melhora o desempenho de um negócio? Neste artigo, além de responder a esta pergunta, vamos mostrar de que forma o setor logístico é beneficiado por essa metodologia, de modo a melhorar processos internos e aumentar a satisfação dos clientes. Boa leitura!

      O que é a metodologia SMART?

      As cinco letras da metodologia SMART significam específico, mensurável, alcançável, realista e oportuno. Em relação ao primeiro e ao segundo, uma meta ou objetivo deve ter clareza na sua elaboração, devendo ser definidas métricas que consigam mostrar se o resultado está conforme o esperado ou não.

      Sobre ser alcançável, o objetivo precisa ser condizente com a empresa e seus recursos disponíveis. O quarto ponto se assemelha um pouco com o terceiro, mas se diferencia pelo fato de que a meta ou objetivo precisa também ter relevância dentro daquilo que foi proposto. Por fim, o oportuno significa estabelecer um prazo para a obtenção desse objetivo, sendo crucial que ele não seja extrapolado.

      Onde aplicar a metodologia SMART?

      Existe uma infinidade de aplicações da metodologia SMART. E-commerces que queiram aumentar suas vendas, por exemplo, podem adotar esse método, de modo a desenvolver, entre outras coisas, ações de marketing mais efetivas e processos de atendimento mais enxutos. Na logística, uma das principais necessidades do setor é a redução do Lead Time, uma métrica que mostra o tempo que leva entre o cliente fazer um pedido e recebê-lo.

      Quanto menor for esse indicativo, não só os clientes ficarão mais satisfeitos, mas também pode fazer o setor fechar uma quantidade maior de negócios. Uma logística bem executada envolve a harmonia entre diversos processos, sendo que estes dependem de bons profissionais e tecnologias modernas. Portanto, a metodologia SMART é uma excelente aliada na competitividade e melhorias contínuas das atividades do setor.

      Como aplicar o plano de ação SMART no gerenciamento logístico?

      Suponha que o Lead Time de uma empresa está alto. Uma vez identificado isso, os gestores podem propor, inicialmente, uma redução de 5% nesse tempo, de modo a verificar a resposta dos clientes a essa melhoria. Supondo também que o estoque seja composto por mercadorias já prontas para o envio, uma possibilidade de meta SMART seria reduzir em 5% o Lead Time Logístico nos próximos três meses. Outros exemplos que podemos citar são:

      • reduzir em 10% no próximo mês o tempo necessário para a preparação de um item pedido pelo cliente;
      • reduzir em 15% o número de encomendas devolvidas ao estoque nos próximos três meses;
      • reduzir em 5% o tempo necessário para o fornecedor fazer uma reposição no estoque daqui a um mês.

      A metodologia SMART pode ser o pano de fundo por trás dos objetivos e metas de um negócio. Ao elaborar um plano para o setor logístico, é fundamental considerar as cinco letras que compõem o método, que significam, respectivamente, específico, mensurável, alcançável, realista e oportuno.

      Gostou do texto? Aproveite então a visita ao blog da eSales e entenda melhor como adotar a metodologia ágil nos seus processos logísticos!

      Por:
      eSales
      do autor

      Comentários sobre este post