Financeiro

O que analisar na escolha de um sistema de integração bancária?

Ter um controle eficiente das movimentações financeiras é essencial para o crescimento sustentável das empresas. A integração bancária é uma ferramenta importante nesse processo, por se tratar da centralização das informações que permitem controlar as movimentações do negócio por meio da comparação de extratos bancários e dados obtidos no controle financeiro interno da instituição.

Isso facilita os procedimentos juntos aos bancos, tornando-os mais ágeis, seguros e precisos e possibilitando a identificação de inconsistência entre os valores declarados e o saldo bancário. Contudo, apesar das suas vantagens, muitas companhias continuam utilizando recursos ultrapassados e que podem gerar vários problemas, como perda de informações e erros.

Pensando nisso, elaboramos este post para mostrar a importância da integração bancária e como implementá-la. Confira!

Quais são as vantagens da integração bancária?

O sistema é capaz de gerar relatórios, análises, comparativos e demais recursos de forma rápida e automatizada, economizando tempo nas operações. Entre os principais benefícios, estão:

  • armazenamento de dados de venda e do sistema, simplificando a emissão de boleto bancário;
  • comparativo entre pagamentos e recebimentos, por meio da troca de arquivos. Assim, as organizações diminuem o tempo de conferências, além de obter e fornecer dados mais seguros para análises;
  • identificação de divergência para que a companhia tenha certeza de que todas as movimentações realizadas na conta corrente foram registradas no sistema;
  • comparação entre o saldo do sistema com extratos bancários, facilitando a avaliação e conferência para o fechamento do período;
  • segurança no tráfego das informações, já que, por meio da integração bancária, terceiros não poderão interagir com os arquivos;
  • agilidade, objetividade e assertividade nos processos de conciliação bancária;
  • autonomia e eficiência para toda a equipe do setor de finanças da empresa, pois essa ferramenta assegura confiabilidade e credibilidade dos resultados;
  • padronização dos dados que agilizam o gerenciamento financeiro e evitam a necessidade de apoio e suporte da equipe de TI;
  • praticidade e simplicidade na manipulação dos dados, permitindo a atualização dos saldos de forma rápida.

Além das vantagens mencionadas acima, a integração bancária viabiliza a melhoria e a manutenção do planejamento financeiro da companhia, garantindo o lançamento detalhado para o controle do fluxo de caixa, por meio do auxílio de ferramentas, monitoramento e previsão da situação financeira de forma mais clara e segura.

Para que tipos de empresa esse sistema se aplica de forma mais eficiente?

O sistema é mais vantajoso para empresas que têm um grande volume de transações financeiras, como pagamentos e boletos em mais de um banco, e que apresentam um processo financeiro mais estruturado. Empresas que se encaixam nesse perfil conseguem ser beneficiadas com a integração bancária.

Já para os estabelecimentos que usam somente um banco, o sistema não é muito benéfico, pois:

  • não têm ERP;
  • usam o internet banking da instituição financeira;
  • realizam pagamentos, extratos e cobranças no próprio site do banco.

Como a integração contábil funciona?

Os sistemas criados para fazer a integração bancária são capazes de automatizar tarefas fundamentais para a empresa, beneficiando o negócio em geral. Além da integração, fornecem o serviço de conciliação bancária. Por meio dele, é possível trocar informações com os bancos, de forma automática, agilizando o processo de comparação e análise de dados e assegurando a entrega de resultados mais confiáveis.

A ferramenta importa extratos bancários em vários formatos. Com ela, é possível conciliar todos os recebíveis em cartões, boletos, transferências e depósitos, tornando mais fácil a identificação de problemas e divergências.

Como adotar o sistema de integração bancária?

Para escolher o sistema que vai se adequar melhor às necessidades do negócio, algumas medidas precisam ser adotadas. Primeiramente, é preciso avaliar a reputação da empresa de integração bancária. Por exemplo, se a companhia já sofreu com vazamento de dados ou falha na troca de informações entre clientes, afinal, isso pode significar que o tráfego de arquivos não é muito confiável.

A fornecedora do software precisa ser de confiança e garantir que nenhum arquivo possa ser adulterado ou lido. O portal utilizado precisa ser seguro e autorizar a criação de vários perfis, com permissões diversas para acessos e o cuidado para que não haja entrega de dados para quem não precisa.

Outros diferenciais (como consta em nossas soluções) devem ser considerados:

  • portal único para todas as operações, por exemplo, pagamento, cobrança, extrato etc.;
  • atualização constante;
  • suporte e monitoramento 24 horas,
  • atuação em outras áreas além do financeiro, como a parte de logística, compras e fiscal;
  • comporta quaisquer volumes de transações (pagamentos, cobranças, extratos) ou porte de empresas;
  • agrega todo compliance necessário para atender à comunicação de dados entre empresas e a rede bancária.

Entre os requisitos necessários para a contratação de uma integração eficiente, podemos listar:

  • ter um ERP para auxiliar no processo financeiro. Ele vai ajudar a garantir o bom funcionamento da área contábil e financeira;
  • pensar a longo prazo e se as demandas do negócio serão alteradas, já que a integração bancária deve atender a todas as necessidades e, assim, evitar que outros mecanismos sejam usados simultaneamente, gerando mais problemas que vantagens.

Por que a escolha deve ser feita com cuidado?

Contar com um sistema de integração bancária para auxiliar nas tarefas do dia a dia da companhia é primordial para a organização das transações financeiras, já que esse processo abrange muitas áreas e elas precisam se comunicar entre si.

A ferramenta fica responsável pela unificação das informações, possibilitando a análise das movimentações por meio da comparação de dados relevantes, evitando falhas de comunicação e reduzindo a quantidade de erros. Por essa responsabilidade, é importante escolher com atenção e procurar por um software que forneça as funcionalidades apropriadas e que atendam às reais necessidades da empresa.

Conseguiu entender a importância da integração bancária? Apesar de ser um processo reativamente novo, vem crescendo cada dia mais, considerando as necessidades e a busca das empresas por soluções financeiras que geram maior integridade dos dados, possibilitando tomadas de decisões mais acertadas, redução dos gastos nos processos gerenciais e segurança nas relações bancárias.

Sua empresa precisa de um sistema de integração contábil eficiente? Entre em contato com a e-Sales e veja como podemos ajudar!