Otimize a relação com seus fornecedores e qualifique suas operações de Logística Inbound, com organização e agilidade a partir da automatização de processos relacionados com recebimento de carga.

Acompanhe indicadores de desempenho logístico e eleve o nível de suas operações de Logística Outbound com a integração de processos e automatização da troca de informações para maior visibilidade e eficiência de sua gestão.

Obtenha dados de suas vendas no varejo e de distribuidores para aumentar vendas, reduzir rupturas e perdas com informações compartilhadas para estruturar seus processos e auxiliar seu gerenciamento.

Aumente a sua demanda de transportes e seja encontrado por Embarcadores de todo o país.

Facilite a comunicação entre sistemas de gestão e diferentes bancos por meio da transferência de arquivos de forma ágil, íntegra e segura.

    Um sistema capaz de atender os processos de negócios de seus clientes empresariais sem necessitar o investimento em desenvolvimento de sistemas internos.

    O PagPlan é uma solução que permite o pagamento das principais contas de concessionárias (como água, luz, gás, etc.) e DETRANs: utilizando o cartão de crédito como meio de pagamento.

      O EDI Business é uma solução altamente customizável para gestão operacional e estratégica de arquivos.

      O EDI Enterprise oferece uma infinidade de recursos de intercâmbio de informações baseado em um conjunto de regras de envio e recepção, múltiplos protocolos de comunicação, além de topologia altamente flexível.

      Inovação e tecnologia aplicados a emissão, recebimento e armazenamento de documentos fiscais eletrônicos.

      Tecnologia para conectar transportadoras e embarcadores com inteligência e compliance.

      Blog

      Inovação e Tecnologia

      Como funciona o Pagamento Eletrônico de Frete e quais as suas vantagens?

      9 meses atrás - por:

      pagamento eletrônico de frete

      A sua empresa contrata transportadores autônomos? Você sabe qual é o melhor meio para realizar o pagamento dos serviços? Essa é uma prática muito comum no setor logístico devido à simplicidade da contratação de motoristas. Contudo, existem regras quanto a forma de remuneração dessa atividade, entre elas está o pagamento eletrônico de frete (PEF).

      Podemos pensar no PEF como uma solução confiável para garantir que todos os requisitos legais são cumpridos. Devido a sua importância para a operação, elaboramos este conteúdo para que você possa esclarecer as suas dúvidas e conhecer as principais vantagens.

      Continue lendo para conhecer mais sobre esse método!

      O que é pagamento eletrônico de frete?

      A contratação de motoristas autônomos é uma relação diferente do profissional que trabalha como CLT. Isso faz com que a remuneração pela prestação de serviço seja feita de forma diferenciada.

      Por muitos anos, a prática mais comum era o pagamento em espécie ou por meio da carta-frete que cobria as despesas e taxas do frete. Contudo, hoje temos alternativas mais eficientes e seguras. Esse é o caso do pagamento eletrônico de frete, que é um sistema exclusivo para esses profissionais.

      O fluxo de pagamento segue os seguintes passos:

      • o contratante cria uma ordem de pagamento no valor do serviço;
      • a ordem é encaminhada para a empresa de pagamento habilitada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT);
      • a empresa intermediária emite o Código Identificador da Operação de Transporte (CIOT) e recebe o pagamento;
      • o valor é repassado para o motorista contratado via transferência bancária ou por meio de um cartão habitado para saque.

      A criação do PEF representou uma mudança positiva na relação trabalhista entre empresas e motoristas autônomos, além de ser uma alternativa menos burocrática.

      Quais são as principais vantagens do PEF?

      Além de compreender o seu funcionamento da prática, é importante conhecer quais são as principais vantagens que geram impactos produtivos tanto para o motorista autônomo como para a empresa contratante.

      Permite a apuração da renda do motorista

      Dessa forma há um registro eletrônico e confiável dos valores recebidos pelo motorista pela prestação de serviços. Esse é um benefício importante, pois profissionais autônomos enfrentam dificuldades para comprovar renda e ter acesso a serviços de crédito, por exemplo.

      Aumenta a segurança nas estradas

      A partir do momento que foi eliminada a necessidade de trafegar com grandes quantidades de dinheiro vivo, o motorista deixou de ser um alvo da ação de criminosos. Além disso, essa transação se torna mais simples e flexível quando o pagamento é feito eletronicamente.

      Melhora o relacionamento com a empresa

      O meio eletrônico é um dos principais atributos do PEF, pois possibilita a transparência no pagamento. Como o processamento é automatizado, há menor incidência de erros, inconsistências nos valores e tentativas de fraude.

      Pronto! Agora você já conhece como o pagamento eletrônico de frete funciona na prática e sabe como a sua empresa pode ser beneficiada por esse método. Vale a pena ingressar na evolução da operação logística e contar com soluções mais seguras e eficientes.

      Este post é apenas uma introdução sobre o assunto dos meios de pagamento. Se você tem interesse em saber mais detalhes basta acessar o nosso post a respeito dos riscos de uma má gestão de pagamentos e como otimizá-la. Aproveite!

      Por:
      eSales
      do autor

      Comentários sobre este post