Otimize a relação com seus fornecedores e qualifique suas operações de Logística Inbound, com organização e agilidade a partir da automatização de processos relacionados com recebimento de carga.

Acompanhe indicadores de desempenho logístico e eleve o nível de suas operações de Logística Outbound com a integração de processos e automatização da troca de informações para maior visibilidade e eficiência de sua gestão.

Obtenha dados de suas vendas no varejo e de distribuidores para aumentar vendas, reduzir rupturas e perdas com informações compartilhadas para estruturar seus processos e auxiliar seu gerenciamento.

Aumente a sua demanda de transportes e seja encontrado por Embarcadores de todo o país.

Facilite a comunicação entre sistemas de gestão e diferentes bancos por meio da transferência de arquivos de forma ágil, íntegra e segura.

    Um sistema capaz de atender os processos de negócios de seus clientes empresariais sem necessitar o investimento em desenvolvimento de sistemas internos.

    O PagPlan é uma solução que permite o pagamento das principais contas de concessionárias (como água, luz, gás, etc.) e DETRANs: utilizando o cartão de crédito como meio de pagamento.

      O EDI Business é uma solução altamente customizável para gestão operacional e estratégica de arquivos.

      O EDI Enterprise oferece uma infinidade de recursos de intercâmbio de informações baseado em um conjunto de regras de envio e recepção, múltiplos protocolos de comunicação, além de topologia altamente flexível.

      Inovação e tecnologia aplicados a emissão, recebimento e armazenamento de documentos fiscais eletrônicos.

      Tecnologia para conectar transportadoras e embarcadores com inteligência e compliance.

      Blog

      Inovação e Tecnologia

      Quais os impactos da inteligência artificial em supply chain?

      3 anos atrás - por:

      Já não é novidade que os aparatos tecnológicos fazem parte das atividades relacionadas ao supply chain. Esse um cenário que encontrou ampla aceitação para a utilização da inteligência artificial, robótica e, até mesmo, drones para a distribuição de produtos.

      É importante destacar que essa evolução não está disponível apenas para grandes corporações como a Amazon ou o Walmart. As pequenas empresas também têm condições de obter sistemas e ferramentas que contribuem para o atendimento de seus clientes com eficiência.

      Continue lendo este conteúdo para conhecer como o seu empreendimento pode evoluir com a aplicação de tecnologias modernas. Acompanhe!

      Supply chain: conceito e principais benefícios

      A expressão supply chain pode ser traduzida para o português como cadeia de suprimentos. Em muitos casos, esse termo e o conceito da atividade logística são confundidos e tratados como sinônimos, mas é importante destacar que há distinções.

      Isso quer dizer que a logística é o conjunto de atividades que possibilita a distribuição de mercadorias no momento e no local certo de acordo com as especificações do cliente.

      Já o termo supply chain refere-se a todas as empresas e parceiros envolvidos no processo de:

      1. abastecimento das matérias-primas;
      2. processamento dos insumos para agregar valor;
      3. armazenagem e processamento de pedidos;
      4. envio para o consumidor final.

      As atividades da cadeia de suprimentos

      Como você pode ver, a logística está inserida dentro da cadeia de suprimentos na etapa de distribuição. Isso revela o seu valor estratégico dentro da organização, em sentido mais amplo, pois relaciona-se:

      • à apuração financeira;
      • à previsão da demanda;
      • ao controle do fluxo de materiais;
      • ao relacionamento com os clientes;
      • ao desenvolvimento de fornecedores.

      Devido a sua complexidade e inúmeras variáveis, a tecnologia fornece soluções que possibilitam registrar dados e automatizar atividades com o intuito de aumentar a eficiência.

      Benefícios obtidos com esse processo

      Uma das principais transformações propostas é a integração entre os elos da cadeia em termos de compartilhamento de informações e acompanhamento do desempenho. Por exemplo, na relação entre uma indústria e o operador logístico, é possível consultar o sistema para obter informações sobre as dimensões, o peso da carga a ser transportada e a rota de entrega.

      Sob o ponto de vista da empresa, o sistema é fundamental para verificar os preços da tabela de frete e acompanhar o andamento da entrega em tempo real. Além disso, a equipe conta com diversas vantagens, como:

      • diminuição da burocracia
      • aumento da competitividade;
      • eliminação de registros manuais;
      • redução dos custos operacionais;
      • redução de erros e inconsistência.

      A aplicação de inteligência artificial na sua empresa

      O cenário tecnológico passou por significativas mudanças nos últimos anos, o que resultou em novas formas de gerenciar empresas. Além disso, a ampla concorrência faz que cada organização busque formas de se destacar positivamente perante o mercado.

      Esse fator é particularmente importante sob o ponto de vista da cadeia de suprimentos, na qual cada elo deve executar as suas atividades de forma integrada.

      Gerenciamento do estoque em tempo real

      A eficiência é um dos aspectos mais importantes do gerenciamento de estoque, no qual o desequilíbrio na disponibilidade de produtos pode causar diversos problemas.

      Em primeiro lugar, o excedente de mercadorias representa custos elevados para a sua manutenção. Por outro lado, a falta de mercadorias, também chamada de ruptura de estoque, é responsável por causar a insatisfação dos clientes, que não têm os seus pedidos atendidos e buscam o atendimento na concorrência.

      Esse é um dos motivos pelos quais as empresas adotam metodologias como just-in-time ou cross docking, para manter os estoques em níveis mais baixos e, com isso, obter economia.

      Porém, a inteligência artificial traz inovações relacionadas à forma como os pedidos são processados internamente. Por exemplo, já existem organizações que utilizam robôs dentro dos centros de distribuição para a separação e coleta de produtos.

      Embora interessante, essa não é uma alternativa viável para todos, porém existem opções mais acessíveis. A utilização de leitores de códigos de barras pode ser implementada com baixo investimento e possibilita o controle da entrada e saída de mercadorias em tempo real e o seu rastreamento durante a produção.

      Inteligência artificial como ferramenta de gestão

      No dia a dia de uma empresa, diversas transações de compra e venda são realizadas e registradas no sistema de gestão. Essa é uma das fontes que possibilita o armazenamento de dados relacionados à operação, que contém informações importantes sobre o comportamento dos clientes e do mercado como um todo.

      Contudo, não é possível realizar a sua análise de forma manual em tempo hábil para extrair informações relevantes. Nesse ponto, as ferramentas que utilizam inteligência artificial são fundamentais para executar essa tarefa.

      Na área de suprimentos, a principal vantagem fica por conta da automação das atividades e da otimização da estimativa de demanda. Esse é um fator estratégico que garante que a empresa adquira materiais em quantidades suficientes para atender aos clientes.

      Com a inteligência artificial, torna-se possível analisar o histórico de compras de cada cliente e reconhecer padrões de consumo. Desse modo, o gestor tem visibilidade sobre:

      • a expectativa de vendas no período;
      • a tendência de oscilação do mercado;
      • os custos reais e projetados da operação.

      Como o banco de dados está em constante atualização, há a garantia de que as decisões são tomadas com base em novas informações.

      Expectativas para o futuro

      A cada dia é mais essencial que as empresas reconheçam o papel da tecnologia na organização de um negócio. Muitas vezes, essa pode ser toda a diferença entre crescer no seu mercado de atuação ou permanecer estagnado. Já não há dúvidas de que as mudanças são irreversíveis e é preciso estar preparado fazer uso das inovações.

      Esse cenário está profundamente ligado à cadeia de abastecimento que faz uso da automação e da inteligência artificial para melhorar os seus resultados e criar vantagens competitivas. Nós estamos vivendo em um período chamado de Revolução Industrial 4.0, no qual a conectividade e a agilidade são as palavras-chave.

      Por esse motivo, os gestores e as equipes de supply chain devem estar preparados para se adaptarem às novas tendências para otimizar a sua operação e a qualidade do atendimento ao cliente.

      Você quer se manter-se informado sobre as novidades no setor logístico? Então assine a nossa newsletter e receba nossos conteúdos no seu e-mail.

      Por:
      eSales
      do autor

      Comentários sobre este post