Entenda o que é M2M e qual a importância de fazer uma boa integração

Acreditávamos que conversar com máquinas e que elas se comunicassem umas com as outras eram somente ficção científica que víamos em filmes ou seriados e que não teríamos esse tipo de tecnologia tão cedo. Acontece que essa tecnologia chegou e está cada vez mais próxima: a M2M. Mas afinal de contas, o que é M2M? Vamos entender melhor.

Nunca antes se viu tamanha evolução e revolução na sociedade contemporânea. A urgência e ânsia em criar e melhorar dispositivos e equipamentos leva-nos a parâmetros nunca vistos. Comprar algo hoje significa dizer que está defasado amanhã, pois algo melhor surge rapidamente.

Antes de surgir essa tecnologia do futuro, uma outra foi essencial para a sua evolução: a “telemetria”, muito usada para a comunicação entre dois aparelhos. Por meio de sensores, informações sobre diversos itens do objeto são transmitidas em ondas de rádio para um computador, que recebe a criptografia, transformando e processando para dados legíveis aos olhos do profissional que as lê.

Esse sistema permite a otimização de diversos componentes. Era muito utilizado na Fórmula 1 para fazer ajustes e reparos em locais necessários. Aos poucos, com o desenvolvimento de redes e sensores sem fio (o famoso “wireless”), e evolução de computadores e internet, o grau de comunicabilidade entre os dispositivos aumentou drasticamente.

Com isso, surgiu o inovador M2M (Machine-to-machine – no português, máquina-para-máquina), tendo a possibilidade de ser aplicado em diversas áreas e das maneiras mais variadas possíveis. Reconhecido como um mercado bilionário, ele já movimentou mais de US$10 bilhões de dólares antes 2013, de acordo com o site iMasters, sendo promissor o rumo que esses números tomam a cada dia.

Achou interessante o que leu até agora? Prepare-se para o que virá a seguir então! Vamos falar tudo sobre M2M, seus benefícios, vantagens, desafios vindouros e outras curiosidades. Acompanhe a seguir!

O que é M2M e como funciona

M2M é um sistema de transmissão por um dispositivo remotamente conectado a uma ou mais máquinas, enviando informações em tempo real. Diferentemente da telemetria, tudo isso é feito por intermédio do wireless, despachando para um servidor central, permitindo que manipulemos e, inclusive, analisemos o que for necessário. A coleta desses dados é controlada pela rede mundial de computadores.

Podem ser usados drivers, chips, entre outros, variando de acordo com o que se pretende alcançar e a prioridade da empresa. Temos de lembrar que quase não há limites quando se fala do potencial do M2M.

Aplicações

Uma ramificação dessa tecnologia é a famosa IoT (Internet of Things – no português, “Internet das Coisas”), que transmite dados para qualquer aparelho eletrônico que estiver conectado.

Também é possível que se utilize a tecnologia em estações de tratamento de água, colocando sensores nos níveis da cadeia para identificação de problemas tanto na condição dela, quanto nas peças e equipamentos em funcionamento.

Outra utilidade é a de controlar tráfegos urbanos, detectando fluxos por meio dos receptores e, com um software apropriado para tal situação, é possível controlar semáforos e enviar para placas interativas informativos para alertar motoristas. Sistemas de rastreamento em automóveis e motocicletas são cada dia mais usados, principalmente em centros urbanos.

A mais inovadora e desafiadora de todas essas aplicações encontra-se no ramo mais importante para nossas vidas, a medicina. Com esse tipo de sistema, tornou-se possível implantar chips em pacientes para monitoramento de órgãos internos, prevenindo ataques cardíacos e problemas relacionados que podem acontecer a qualquer momento.

A M2M está também presente no setor industrial e varejista: em estocagem de produtos, por exemplo, com reconhecimentos detalhados que informam o volume armazenado e alertam previamente quando estão acabando.

Vantagens e benefícios

É unânime a confiabilidade que líderes mundiais tem no potencial e no que é o M2M, tratando-o como uma evolução natural na área tecnológica. Querem, inclusive, a adoção mais ampla possível do sistema. Acredita-se que aquelas corporações que não implementarem e adaptarem a tecnologia perderão lugar para a concorrência.

Segundo pesquisa feita pela VirtualLink, um dos grandes benefícios é melhorar a percepção sobre os negócios e admitir que podem ter reações imediatas a eventos em tempo real.

Traz, ainda, uma eficiência superior, produtividade entre funcionários mais fluida, um grau de comprometimento e colaboração maiores e, não menos importante, mobilidade facilitada para toda a equipe.

O rastreamento de veículos traz um grande benefício. A tecnologia, por si só, faz leituras e rastreamentos do trajeto, sempre cultivando os dados atualizados para caso necessite de visualização.

Ainda contamos com um custo-benefício imenso no M2M, tanto pela praticidade que traz quanto pela versatilidade que produz.

Desafios e obstáculos

Apesar dos benefícios e ensejos que a tecnologia do M2M traz para nossas vidas, a maioria dos profissionais de TI apontam como principal problema desse sistema a necessidade de um conhecimento especializado no gerenciamento e adoção de segurança.

Outro fator que tem sido desafiador para as empresas ultimamente é controlar e analisar todos os dados simultaneamente e em tempo real.

Um desafio que no futuro será ainda maior é a disponibilização da rede banda larga para os equipamentos e máquinas, comportando um grande ganho de forças, causando impacto, inclusive, no trabalho humano.

Ocorreu um grave problema, também, na quantidade extrema de dados transmitidos para as máquinas, dando mais trabalho para gerenciar e avaliar as informações, sobrecarregando o sistema.

Tudo que foi mostrado neste texto é só o começo de uma nova era, de uma revolução tremenda que modificará nossa forma de agir, trabalhar, pensar e viver. Postos de trabalho serão reestruturados e criados e, infelizmente, outros serão eliminados.

Será, talvez, um divisor de águas entre os indivíduos e a empresa. A curiosidade extraordinária das pessoas em saber o que é M2M atualmente não passará de algo natural daqui alguns anos.

E aí, leitor? Gostou de conhecer o que é M2M e seu universo tão vasto? Quer saber mais sobre ele e conteúdos relacionados? Então não perca tempo e siga nossos perfis nas redes sociais (Facebook , Linkedin) para acompanhar todo o nosso conteúdo!