Otimize a relação com seus fornecedores e qualifique suas operações de Logística Inbound, com organização e agilidade a partir da automatização de processos relacionados com recebimento de carga.

Acompanhe indicadores de desempenho logístico e eleve o nível de suas operações de Logística Outbound com a integração de processos e automatização da troca de informações para maior visibilidade e eficiência de sua gestão.

Obtenha dados de suas vendas no varejo e de distribuidores para aumentar vendas, reduzir rupturas e perdas com informações compartilhadas para estruturar seus processos e auxiliar seu gerenciamento.

Aumente a sua demanda de transportes e seja encontrado por Embarcadores de todo o país.

Facilite a comunicação entre sistemas de gestão e diferentes bancos por meio da transferência de arquivos de forma ágil, íntegra e segura.

    Um sistema capaz de atender os processos de negócios de seus clientes empresariais sem necessitar o investimento em desenvolvimento de sistemas internos.

    O PagPlan é uma solução que permite o pagamento das principais contas de concessionárias (como água, luz, gás, etc.) e DETRANs: utilizando o cartão de crédito como meio de pagamento.

      O EDI Business é uma solução altamente customizável para gestão operacional e estratégica de arquivos.

      O EDI Enterprise oferece uma infinidade de recursos de intercâmbio de informações baseado em um conjunto de regras de envio e recepção, múltiplos protocolos de comunicação, além de topologia altamente flexível.

      Inovação e tecnologia aplicados a emissão, recebimento e armazenamento de documentos fiscais eletrônicos.

      Tecnologia para conectar transportadoras e embarcadores com inteligência e compliance.

      Blog

      Produtividade e Gestão

      Perdas operacionais no setor de alimentos: quais são seus impactos e como evitá-las?

      2 anos atrás - por:

      perdas operacionais

      Diversos problemas podem ocorrer durante o processo de fabricação de produtos, gerando perdas operacionais como aumento dos custos, menores lucros, baixa competitividade e demais fatores que interferem diretamente na satisfação dos consumidores. Por esse motivo, a indústria de alimentos tem cuidado tanto dessa questão.

      Para superar os principais problemas e impedir o desperdício dentro da empresa, é preciso utilizar estratégias inteligentes e eficientes para melhorar os resultados.

      Quer saber como essas práticas podem ser aplicadas? Então, continue a sua leitura!

      Tenha um controle de estoque eficaz

      O estoque é uma área que exige muito cuidado quando o assunto são as perdas operacionais. Isso porque a falta de administração do setor é uma das principais causas de perda, tendo em vista reunir a manufatura, logística, armazenagem e preparação dos itens para o transporte até o destinatário final.

      Estruturar o depósito conforme o tipo de alimento, ter espaços apropriados, controlar a entrada e saída dos produtos, entre outras, são medidas relevantes para que falhas não aconteçam. Essa conduta vai evitar que os alimentos passem de sua data de validade, o excesso de produtos e demais questões importantes para a segurança da indústria.

      Conte com uma logística organizada

      É fundamental impedir gargalos nos processos desenvolvidos dentro da empresa. Por esse motivo, o ideal é projetar a rota de distribuição, ter bons fornecedores como parceiros, prezar pela organização do ambiente de produção, entre outras ações necessárias para aprimorar a logística.

      O ciclo das operações abrange a obtenção de insumos, industrialização e entrega ao cliente. Ou seja, é uma cadeia produtiva integrada e que deve funcionar adequadamente em todas as fases para que o produto que chegar ao destino final esteja nas melhores condições de consumo.

      Elimine as falhas encontradas na linha de produção

      Em uma indústria alimentícia, tudo deve estar em pleno funcionamento, já que os erros podem gerar vencimento dos produtos, atrasos, contaminações etc.

      Para ajudar nesse processo, você pode contar com o auxílio da tecnologia para solucionar as principais brechas, considerando que, por meio de ferramentas eficazes, é possível otimizar os processos, coletar dados que servirão como base para a tomada de decisão, ganhar agilidade e melhorar a qualidade dos alimentos fabricados.

      Não produza em excesso

      O excesso de produção também pode gerar perdas irreparáveis. O principal fato de ele acontecer é a demora dos processos, que lotam os estoques com produtos que não atendem às demandas do momento.

      Uma forma de solucionar esse problema é corrigindo os procedimentos internos por meio de mecanismos inteligentes, buscando minimizar o tempo gasto com a produção, além de contar com bons aliados, como transportadoras, fornecedores e funcionários.

      Faça a manutenção dos equipamentos

      As falhas nas máquinas colaboram para que a indústria alimentícia não consiga produzir como o esperado. Não realizar os reparos no momento adequado vai provocar a suspensão das atividades para que o conserto seja feito, desperdiçando matéria-prima, capital e tempo. Então, nunca deixe de estar em dia com as manutenções, pois o uso de um bom equipamento é primordial para a produção menos onerosa, mais rápida e eficiente.

      Proporcione treinamento a equipe

      É preciso rever o processo produtivo com frequência e, dessa forma, identificar os principais problemas e definir metas para evitar as perdas operacionais. Além disso, é importante ter uma equipe bem treinada para executar as atividades, colaborando para diminuição de erros e desperdícios.

      Após, não deixe de monitorar os resultados, já que o entendimento dos pontos fortes e fracos da estratégia adotada e a reavaliação das rotinas serão as referências de qualidade do trabalho entregue pela indústria de alimentos.

      Agora que você conhece os principais prejuízos adquiridos com as perdas operacionais, aproveite para aplicar as dicas aqui apresentadas e evitar falhas que influenciam diretamente nos resultados da indústria de alimentos, aumentando a lucratividade, a competitividade e o fortalecimento da marca no mercado.

      Conseguiu esclarecer as principais dúvidas sobre o assunto? Então, assine nossa newsletter para receber nossos conteúdos em seu e-mail e aprimorar seus conhecimentos!

      Por:
      eSales
      do autor

      Comentários sobre este post