Logística

7 Erros de Gestão Logística que sua Empresa Pode estar Cometendo

Erros de Gestão Logística

 

A gestão logística é responsável por otimizar os processos que precedem e compõem a entrega de pedidos. Seu papel é fundamental na satisfação do cliente e permite tornar a cadeia de distribuição mais ágil, eficiente e integrada.

Aplicar as melhores práticas nesse aspecto cria condições que viabilizam o desenvolvimento da empresa, resultando em custos menores ao negócio. E sempre atendendo ao destinatário com rapidez e segurança.

Abordaremos a seguir cinco práticas que podem atrapalhar a eficiência e os resultados desse gerenciamento. Confira e veja como evitá-los.

Falta de comunicação e cooperação na gestão logística

A troca de informações e números entre as equipes que fazem parte da cadeia de distribuição é primordial para se ter noção da capacidade produtiva e programar as vendas.

Apesar de cada departamento possuir um gestor diferente, é interessante que os objetivos e desempenhos estejam alinhados de modo a possibilitar a cooperação entre os times.

Não se preocupar com esse aspecto pode gerar desencontro nas estratégias e possivelmente criar gargalos e atrasos. Enquanto um departamento está avançado, outro pode não ter atingido ainda a meta, interferindo no bom andamento.

Não ligar o marketing a estoque e vendas

Para atingir os objetivos de faturamento, as empresas investem constantemente em marketing e treinamentos no setor de vendas. Mas nem sempre se preparam para a demanda.

Para não enfrentar problemas na saída de pedidos, é essencial integrar as estratégias de marketing aos produtos que já possuam estoque, de modo a fazer girar itens parados e permitir a aquisição de novos materiais.

Utilizar processos manuais de gestão logística ineficientes

Apesar da crescente adesão às ferramentas tecnológicas, muitas empresas ainda mantêm cultura de utilização do papel. Nesses casos, quando os dados coletados manualmente não são passados para um sistema, as informações não circulam e ficam somente com quem as conseguiu.

É necessário fazer com que os dados sejam compartilhados com pessoas e setores que deles precisem. Caso contrário, a gestão logística é quebrada.

Não investir em automatização operacional

Etiquetagem manual de produtos, por exemplo, é também uma operação arriscada, pois há grande chance de algo sair errado. O ideal é utilizar equipamentos próprios para isso, tornando o processo ágil e exato.

Uma maneira prática e eficiente de automatizar procedimentos e uso de informações deles é utilizando programas de gestão integrada. É possível por meio desses sistemas ter acesso a relatórios exatos e compartilhá-los.

Não preparar funcionários para lidar com surpresas

O mercado está em constante mudança. Em alguns momentos parece ter estagnado, para logo em seguida reaquecer.

Sabendo desses altos e baixos, é importante treinar os colaboradores e aperfeiçoar cada operação. Assim estarão todos preparados para encarar processos e cenários variados.

Não se comunicar com os colaboradores

É interessante também manter diálogo constante com os funcionários do setor, pois eles convivem diariamente com as atividades e são especialistas no que fazem. Em alguns casos, a solução para eventuais problemas pode até vir de um deles. E podem surgir soluções que nem mesmo haviam passado pela cabeça de superiores.

Não contar com solução de gestão logística

Os erros são extintos e os resultados são maximizados, além da eficiência, quando há suporte de uma solução que integra os dados do negócio e os entrega facilmente. E a comunicação, como falamos acima em relação a setores e profissionais, também é incorporada entre fornecedores, clientes, transportadora e demais agentes do processo.

A logística representa grande fatia dos custos operacionais de um empreendimento. Para gerir esses gastos, tome todos os cuidados visando não cometer os erros citados acima e faça o monitoramento constante das informações.

A gestão logística de sua empresa está sendo eficiente? Tem algo que deseja que seja aperfeiçoado? Compartilhe sua necessidade ou experiência nos comentários.