Otimize a relação com seus fornecedores e qualifique suas operações de Logística Inbound, com organização e agilidade a partir da automatização de processos relacionados com recebimento de carga.

Acompanhe indicadores de desempenho logístico e eleve o nível de suas operações de Logística Outbound com a integração de processos e automatização da troca de informações para maior visibilidade e eficiência de sua gestão.

Obtenha dados de suas vendas no varejo e de distribuidores para aumentar vendas, reduzir rupturas e perdas com informações compartilhadas para estruturar seus processos e auxiliar seu gerenciamento.

Aumente a sua demanda de transportes e seja encontrado por Embarcadores de todo o país.

Facilite a comunicação entre sistemas de gestão e diferentes bancos por meio da transferência de arquivos de forma ágil, íntegra e segura.

    Um sistema capaz de atender os processos de negócios de seus clientes empresariais sem necessitar o investimento em desenvolvimento de sistemas internos.

    O PagPlan é uma solução que permite o pagamento das principais contas de concessionárias (como água, luz, gás, etc.) e DETRANs: utilizando o cartão de crédito como meio de pagamento.

      O EDI Business é uma solução altamente customizável para gestão operacional e estratégica de arquivos.

      O EDI Enterprise oferece uma infinidade de recursos de intercâmbio de informações baseado em um conjunto de regras de envio e recepção, múltiplos protocolos de comunicação, além de topologia altamente flexível.

      Inovação e tecnologia aplicados a emissão, recebimento e armazenamento de documentos fiscais eletrônicos.

      Tecnologia para conectar transportadoras e embarcadores com inteligência e compliance.

      Blog

      Produtividade e Gestão

      Fique por dentro dos principais termos da cadeia de abastecimento

      2 anos atrás - por:

      cadeia de abastecimento

      Compreender, com maiores detalhes, todos os processos envolvidos na cadeia de abastecimento é um desafio, até mesmo para profissionais experientes. Existem diversos termos e expressões que fazem parte desse vocabulário, que pode ser bastante técnico.

      Para ampliar o seu conhecimento, listamos 10 conceitos que podem ser utilizados para enriquecer o seu entendimento sobre a atividade logística, com o foco na cadeia de abastecimento. Confira!

      Os principais termos da cadeia de abastecimento

      ACURÁCIA DE INVENTÁRIO 

      É a apuração entre a quantidade de itens presentes no estoque físico e a quantia registrada no sistema de controle de mercadorias. Com esse indicador, é possível medir a confiabilidade das informações de armazenagem.

      B2B 

      Consiste na abreviação da expressão em inglês business-to-business. Representa a relação de comércio estabelecida entre empresas, por exemplo, cliente e fornecedor.

      B2C

      É o oposto de B2B, no qual a transação de B2C significa a expressão business-to-customer. Esse é o modelo de negócio realizado entre empresas e o consumidor final, que é sempre uma pessoa física.

      CICLO DE PEDIDO 

      Traduz-se como todas as etapas no relacionamento entre fornecedores e os seus clientes. Essa sequência de tarefas tem início com o recebimento do pedido e é finalizada com a entrega da mercadoria ao destinatário. Para fins de avaliação de desempenho, é essencial que a duração do ciclo seja a menor possível.

      CURVA ABC 

      Também conhecida como regra 80/20 ou análise de pareto, esse método é utilizado para organizar critérios com base na sua relevância. Essa análise por classe pode ser usada para identificar a representatividade de clientes na lucratividade e dos custos de materiais em estoque.

      SLA

      É o service level agreement que, em português, se traduz como acordo de nível de serviço. Esse termo faz parte dos contratos de prestação de serviços logísticos, no qual se estipula quais são as responsabilidades de ambas as partes e as expectativas para a empresa contratada.

      MODAL DE TRANSPORTE 

      Os diversos modais de transporte são o meio selecionado para realizar o processo de entrega de mercadoria. Embora o modal rodoviário seja utilizado com maior frequência no Brasil, as empresas podem recorrer ao transporte aéreo, ferroviário, aquaviário e dutoviário.

      RUPTURA DE ESTOQUE 

      Seja por falta de planejamento, seja por causa de problemas na estimativa da demanda, a ruptura ocorre quando o cliente busca um produto e não há itens disponíveis em estoque. Essa é uma ocorrência que indica erros na cadeia de suprimentos e deve ser solucionada para evitar a insatisfação do comprador.

      SELL THRU

      Também chamada de sell through, essa é uma métrica que ajuda a medir o volume de vendas em diversos canais de distribuição. Para isso, faz a comparação entre a quantidade de produtos vendidos para os distribuidores (sell in) e a vendida diretamente para o cliente final (sell out).

      SHELF LIFE 

      Esse termo pode ser traduzido como a vida útil de um artigo na prateleira. No caso de produtos perecíveis, esse é o prazo de validade. Também pode designar o prazo para o desgaste de peças e equipamentos que, quando atingido, se recomenda o descarte.

      Essa lista descreve, brevemente, conceitos que são úteis para direcionar o interesse de pessoas que buscam aprofundar os seus conhecimentos. Afinal, o sucesso da cadeia de abastecimento depende, além da qualificação dos profissionais envolvidos, do comprometimento com a inovação dos processos de trabalho.

      Falando em inovação, a tecnologia tem uma papel essencial na otimização da atividade de supply chain. Acesse o nosso post sobre os principais benefícios para a sua empresa para conhecer mais!

      Por:
      eSales
      do autor

      Comentários sobre este post