Otimize a relação com seus fornecedores e qualifique suas operações de Logística Inbound, com organização e agilidade a partir da automatização de processos relacionados com recebimento de carga.

Acompanhe indicadores de desempenho logístico e eleve o nível de suas operações de Logística Outbound com a integração de processos e automatização da troca de informações para maior visibilidade e eficiência de sua gestão.

Obtenha dados de suas vendas no varejo e de distribuidores para aumentar vendas, reduzir rupturas e perdas com informações compartilhadas para estruturar seus processos e auxiliar seu gerenciamento.

Aumente a sua demanda de transportes e seja encontrado por Embarcadores de todo o país.

Facilite a comunicação entre sistemas de gestão e diferentes bancos por meio da transferência de arquivos de forma ágil, íntegra e segura.

    Um sistema capaz de atender os processos de negócios de seus clientes empresariais sem necessitar o investimento em desenvolvimento de sistemas internos.

    O PagPlan é uma solução que permite o pagamento das principais contas de concessionárias (como água, luz, gás, etc.) e DETRANs: utilizando o cartão de crédito como meio de pagamento.

      O EDI Business é uma solução altamente customizável para gestão operacional e estratégica de arquivos.

      O EDI Enterprise oferece uma infinidade de recursos de intercâmbio de informações baseado em um conjunto de regras de envio e recepção, múltiplos protocolos de comunicação, além de topologia altamente flexível.

      Inovação e tecnologia aplicados a emissão, recebimento e armazenamento de documentos fiscais eletrônicos.

      Tecnologia para conectar transportadoras e embarcadores com inteligência e compliance.

      Blog

      Logística Inbound, Logística Outbound

      Cargas e Fretes: entenda a Importância do Bom Gerenciamento

      6 anos atrás - por:

      Diante de diversos problemas que podem acontecer em uma empresa, saber gerenciar cargas e fretes não só evita que equívocos aconteçam como também aumenta a produtividade e a possibilidade de ampliar o leque de fornecedores e a fidelização de clientes.

      A partir do momento em que é possível analisar qual será o valor do frete, pensando no tipo de carga que estará vendendo ou comprando, você já está realizando um bom gerenciamento de cargas e fretes. E isso é algo fundamental.

      Claro que não depende só disso. É essencial, ainda, definir o frete correto para cada tipo de carga. Imagine que vá entregar um sofá grande para um cliente e que esse sofá seja frágil e ocupe um espaço enorme no caminhão. Logo, o frete deve ser maior devido ao custo de ida e de volta para realizar apenas uma entrega, que ainda por cima é frágil, isto é, oferece riscos de dano ao item adquirido.

      Toda essa logística precisa ser analisada a fundo para não comprometer nenhuma das partes: quem vende e quem compra.

      Tipos de frete

      Quando se fala em cargas e fretes, é essencial que você saiba dividir o frete em dois grupos: o inbound e o outbound.

      • Inbound: diz respeito ao frete pago para você adquirir o produto;
      • Outbound: refere-se ao frete pago para entregar o produto ao cliente.

      Assim, você pode melhorar o gerenciamento do seu negócio pesquisando fornecedores mais próximos ou, se for essencial, manter o vínculo com um fornecedor que se localiza mais distante, fazer pedidos maiores, para compensar o deslocamento.

      Enquanto isso, para gerenciar o custo do frete outbound, você precisa precificar adequadamente o produto para não perder o lucro.

      Levantamento de dados

      O levantamento de dados é um dos aspectos que necessita ser levado em conta logo no começo do gerenciamento de cargas e fretes porque, com tal procedimento, você define:

      • Quais são as rotas de entrega mais utilizadas;
      • Quais os fornecedores mais frequentes;
      • Quais são os clientes mais fiéis;
      • Qual é a distância média de entregas.

      Com todas essas informações em mãos, é possível antever se haverá prejuízo ou lucro em cada operação.

      Por exemplo: um fornecedor tem um determinado produto, que dificilmente é solicitado por algum cliente. Além disso, seu depósito se localiza em um ponto de difícil acesso. Logo: prejuízo. Com esses dados, você define melhor a sua rota e gerencia mais adequadamente os processos de entrega.

      Com esse levantamento de dados, você pode inclusive exigir que haja um planejamento mais eficiente de entrega e negociar com as transportadoras e fornecedores sobre descontos ou definir contratos mais vantajosos.

      Logística inteligente

      As cargas e fretes são muito interdependentes e, para facilitar essa gestão, nada como utilizar uma logística inteligente por meio de softwares e programas que vão padronizar os dados e produzir relatórios constantes em relação ao custo médio de frete para uma carga específica e ver se está havendo lucro ou não.

      Com a tecnologia, você acaba controlando a logística do transporte para que as entregas sejam mais eficientes em um curto espaço de tempo, além de verificar se cada transportadora está seguindo o percurso estipulado. Assim, não só o cliente fica satisfeito como também há uma redução de custos operacionais e manuais.

      Você já pensou nisso? Como faz a logística de cargas e fretes? Conte para a gente e aproveite para assinar a nossa newsletter. Não perca mais nenhuma novidade!

      Por:
      eSales
      do autor

      Comentários sobre este post