Conheça 4 razões para utilizar os boletos com registro!

Com a massificação da internet e a expansão do comércio eletrônico, empreendedores precisaram adaptar suas possibilidades de pagamento às diversas necessidades dos seus consumidores. Cartão de crédito, débito automático, PayPal, boleto bancário e tantos meios possíveis que ofereçam segurança aos usuários e caibam no bolso de quem está comprando.

Em junho de 2015, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) emitiu novas recomendações sobre os métodos de cobrança, recomendando aos bancos que a emissão de boletos sem registro não fosse mais liberada. Com isso, os bancos passaram a cumprir essa obrigatoriedade mediante um calendário para implementar a emissão dos boletos com registro.

Mas, o que é o boleto com registro? Como funciona? Quais as vantagens? E quais as mudanças que estão por vir? Continue a leitura e veja como isso pode beneficiar seu negócio!

O que é o boleto com registro?

O boleto com registro é uma modalidade de cobrança que obriga as lojas a enviar aos bancos os dados de quem está realizando a compra, como CPF/CNPJ, endereço, nome completo entre outras informações. Com os dados disponibilizados e caso o pagamento não ocorra, o documento pode ser protestado em cartório.

O boleto com registro passa, dessa forma, a ser gerado sob o conhecimento do banco. Com isso, além do gerenciamento manual desses boletos, há a possibilidade de utilizar outros serviços das instituições bancárias, como débito automático ou cobranças recorrentes. É preciso atentar que, nos casos de boletos com cobrança, o banco pode cobrar tarifas para registrar, alterar ou mesmo cancelar o boleto.

4 razões para utilizar os boletos com registro

1. Mais segurança para quem vende e para quem compra

Com as novas regras ditadas pela Febraban, os bancos passam a ser responsáveis pela emissão dos boletos com registro, o que se torna mais cômodo e seguro para as empresas, que apenas definirá as datas em que os boletos deverão ser protestados caso não haja o pagamento.

Além disso, a empresa passa a ter maior controle do fluxo de caixa, principalmente as lojas virtuais. Isso ocorre porque os clientes tenderão a efetuar os pagamentos em dia, uma vez que saberão das possibilidade do boleto ser levados a protesto e do risco de terem seus nomes inclusos nos cadastros de restrição de crédito.

2. Possibilidade de cobrar os boletos por meio do débito automático

A grande vantagem da utilização de boletos com registro é a possibilidade de serem cadastrados por débito automático pelos clientes. Além de dar maior facilidade ao consumidor, a empresa passa a ter menores índices de inadimplência, já que muitos clientes acabam não pagando por esquecimento e, com isso, não finalizam a compra.

3. É uma obrigatoriedade e não uma opção

As novas regras da Febraban estão sendo realizadas em etapas. Veja o calendário:

  • Junho de 2015 – ocorreu o prazo máximo para bancos ofertarem aos seus novos clientes a cobrança por meio de boletos sem registro;
  • Dezembro de 2016 – ao final deste ano, será o prazo para concluir a migração das carteiras de cobrança sem registro para o método de boleto registrado;
  • Janeiro de 2017 – data fixada para o início da operação da base centralizadora de títulos.

Ou seja, a partir de 2017 os boletos emitidos deverão ter o CPF ou CNPJ do usuário responsável pelo pagamento. Os boletos sem registro emitidos durante 2017 apenas poderão ser pagos no banco emissor, mesmo que o pagamento seja feito antes da data do vencimento.

As lojas virtuais precisarão adequar suas práticas de cobrança de forma que o consumidor não seja prejudicado. Informar a opção por pagamentos recorrentes viabilizará um maior controle do que o consumidor tem a pagar, o que se configura como uma das grandes vantagens competitivas desse novo método.

4. Possibilidade de negociar melhores taxas com os bancos

Lojistas poderão negociar com os bancos melhores taxas, o que poderá ser repassado ao cliente a fim de tornar a oferta mais atrativa. Além disso, como os serviços de cobrança de boletos com registro passam a ser realizados pelo banco, a empresa passa a contar com a redução dos riscos de inadimplência.

Quer saber mais sobre dicas voltadas para seu negócio? Tenha acesso a conteúdos em primeira mão: siga a gente nas redes sociais e fique por dentro das novidades.