Otimize a relação com seus fornecedores e qualifique suas operações de Logística Inbound, com organização e agilidade a partir da automatização de processos relacionados com recebimento de carga.

Acompanhe indicadores de desempenho logístico e eleve o nível de suas operações de Logística Outbound com a integração de processos e automatização da troca de informações para maior visibilidade e eficiência de sua gestão.

Obtenha dados de suas vendas no varejo e de distribuidores para aumentar vendas, reduzir rupturas e perdas com informações compartilhadas para estruturar seus processos e auxiliar seu gerenciamento.

Aumente a sua demanda de transportes e seja encontrado por Embarcadores de todo o país.

Facilite a comunicação entre sistemas de gestão e diferentes bancos por meio da transferência de arquivos de forma ágil, íntegra e segura.

    Um sistema capaz de atender os processos de negócios de seus clientes empresariais sem necessitar o investimento em desenvolvimento de sistemas internos.

    O PagPlan é uma solução que permite o pagamento das principais contas de concessionárias (como água, luz, gás, etc.) e DETRANs: utilizando o cartão de crédito como meio de pagamento.

      O EDI Business é uma solução altamente customizável para gestão operacional e estratégica de arquivos.

      O EDI Enterprise oferece uma infinidade de recursos de intercâmbio de informações baseado em um conjunto de regras de envio e recepção, múltiplos protocolos de comunicação, além de topologia altamente flexível.

      Inovação e tecnologia aplicados a emissão, recebimento e armazenamento de documentos fiscais eletrônicos.

      Tecnologia para conectar transportadoras e embarcadores com inteligência e compliance.

      Blog

      Soluções eSales

      Saiba quais são as variáveis para o custo de frete a serem consideradas

      6 meses atrás - por:

      variáveis para o custo de frete

      O frete de transportadoras é composto por custos fixos e variáveis. O primeiro se refere, entre outras coisas, aos salários dos motoristas, impostos e seguros do veículo. Já o segundo tem uma relação mais direta com as características do trajeto, sendo crucial o cálculo correto deles.

      As variáveis para o custo de frete serão discutidas nos tópicos a seguir. Vale destacar que esse procedimento requer controle e gestão adequados, de modo que o uso de planilhas e sistemas pouco modernos, por exemplo, tendem a tornar o trabalho menos eficiente. Boa leitura!

      Peso

      O peso pode ser dividido em bruto e cubado, sendo que o maior deles será usado como parâmetro no cálculo do frete. A cubagem é o processo de determinar o quanto de volume aquela mercadoria vai ocupar no transporte. Trata-se, portanto, de um meio para otimizar as viagens, de modo que o deslocamento seja o mínimo possível. O cálculo da cubagem é feito da seguinte forma:

      Peso cubado (kg) = comprimento x largura x altura x fator de cubagem (corresponde a 300 kg no caso do modal rodoviário)

      Distância

      Assim como o peso, a distância é uma variável que eleva o custo do frete quanto mais elevada for. O custo considera o local de onde sairá o veículo até o seu destino, sendo que a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) criou uma tabela de referência nesse sentido.

      Pedágio

      Se houverem muitos pedágios ao longo do caminho, isso certamente vai encarecer os custos de frete. No entanto, se a carga for fracionada, é possível administrar melhor essa questão, visto que os custos podem ser divididos entre os itens e o pagamento do vale-pedágio ser somente na cabine, em vez de antecipadamente.

      Prazo de entrega e características do destinatário

      O cliente deseja receber sua encomenda em um tempo menor? Neste caso, o custo do frete deve ser maior, pois a logística envolvida na operação assim exige. Se o destinatário for um lugar de difícil acesso ou apresentar algum risco à integridade da carga, por exemplo, isso vai impactar o custo do seguro e, consequentemente, do frete.

      Quais os cuidados na hora de calcular as variáveis para o custo de frete?

      O primeiro cuidado é separar de forma adequada os custos fixos e variáveis. Além disso, é crucial estar atento às especificidades dos produtos, pois alguns deles podem ser frágeis ou até mesmo são visados por quadrilhas especializadas no roubo de cargas. Destacamos também a importância de usar um software capaz de simplificar as rotinas de cálculo dos fretes. Dessa forma, os colaboradores ganham tempo e agilidade, tornando a gestão desses custos mais confiável e precisa, diminuindo a incidência de erros na precificação do frete.

      As variáveis para o custo de frete são muitas, sendo necessário um sistema robusto para auxiliar gestores e colaboradores. Nesse sentido, a eSales pode auxiliar, pois somos uma empresa focada em transformação digital para potencializar os resultados do seu negócio. Facilitamos a relação entre a indústria e seus fornecedores, proporcionando maior eficiência, redução de custos e agilidade às operações logísticas.

      Entre em contato conosco e saiba mais sobre os impactos que o seu negócio obterá pelo uso das soluções eSales!

      Por:
      eSales
      do autor

      Comentários sobre este post