6 piores erros no envio e transporte de mercadorias

6 piores erros no envio e transporte de mercadorias

Não preparar corretamente o transporte de mercadorias pode significar não atender às expectativas do cliente, uma vez que o produto pode chegar amassado, quebrado ou até com uma qualidade inferior do que a empresa ou loja deseja oferecer.

Por isso, há alguns erros de transporte de mercadorias que devem ser evitados a qualquer custo. Neste post, apresentaremos os 6 piores e daremos dicas de como evitá-los. Acompanhe!

1. Estimar custos sem uma pesquisa apropriada

A partir do momento em que você cria uma loja virtual e oferece uma entrega, empresas pequenas ou iniciantes tendem a estimar o custo da distribuição, devido ao tamanho da mercadoria, o cuidado e conforme o endereço do cliente.

Uma dica: não faça isso! A melhor forma de você fazer transporte de mercadorias com preço justo é utilizando um sistema que defina o custo de entrega. Assim, você padroniza todo o processo e é imparcial.

2. Deixar de usar serviços automatizados

Certifique-se de automatizar os processos de transporte de mercadorias o quanto antes, para uma economia geral da empresa e para a satisfação do consumidor.

Os clientes também obtêm um melhor serviço a partir de processos automatizados, porque eles eliminam grande parte dos erros humanos que podem gerar reclamações e feedbacks negativos.

Invista em programas que mostrem ao cliente o andamento da mercadoria, como o rastreamento.

3. Não se atentar a custos de frete internacional

Espere aí! Se você já efetuou alguma compra de outro país e espera pagar o mesmo preço que estava definido na hora da compra, você pode receber um susto quando perceber o valor acrescentado ao frete, de tarifas e impostos.

É essencial que as empresas deixem bem claro para os clientes como funciona a entrega internacional, em relação ao frete e ao imposto, para cada país.

4. Desconsiderar reajustes periódicos

É de praxe pensarmos que o frete que pagamos ano passado será o mesmo desse ano. Pode ser que aconteça ou não.

Entretanto, o que as empresas precisam perceber é se o custo do frete aumentou ou não, analisando principalmente o custo do transporte em relação ao envio e entrega e outros gastos, como o combustível e até a utilização de veículos que sejam mais sustentáveis, já que o custo de transporte de mercadoria não é estável!

5. Enviar para destino incorreto

Um dos erros de transporte de mercadorias mais comuns é a entrega no endereço errado. Além de dar um trabalho para refazer a rota e explicar para o cliente a demora na entrega, isso pode custar um preço alto, além de repercussão negativa.

Então, antes de efetuar a entrega, no momento em que o cliente preencher o cadastro, peça para que coloque referências em relação ao endereço, pedindo lojas ou avenidas próximas. Assim, o entregador terá mais certeza de chegar ao destino exato, evitando o erro.

6. Não ter várias transportadoras à disposição

Não confie em apenas uma empresa de transporte de mercadorias. Você precisa pensar no custo-benefício, porque é essencial que você tenha uma lista de transportadoras. Acasos e imprevistos podem acontecer, atrasando a entrega ou dando prejuízo — no sentido lucrativo — para a empresa. Sempre tenha mais um plano na manga!

Esses erros são comuns e quando você começa a evitá-los, a produtividade da empresa passa a ser muito melhor, proporcionando maior credibilidade no envio de suas mercadorias — o que resulta em clientes muito mais felizes!

Gostou das dicas de como fazer transporte de mercadorias de forma eficiente? Quer saber mais sobre o assunto? Siga a gente nas redes sociais e fique por dentro das novidades de uma maneira muito mais rápida!