Otimize a relação com seus fornecedores e qualifique suas operações de Logística Inbound, com organização e agilidade a partir da automatização de processos relacionados com recebimento de carga.

Acompanhe indicadores de desempenho logístico e eleve o nível de suas operações de Logística Outbound com a integração de processos e automatização da troca de informações para maior visibilidade e eficiência de sua gestão.

Obtenha dados de suas vendas no varejo e de distribuidores para aumentar vendas, reduzir rupturas e perdas com informações compartilhadas para estruturar seus processos e auxiliar seu gerenciamento.

Aumente a sua demanda de transportes e seja encontrado por Embarcadores de todo o país.

Facilite a comunicação entre sistemas de gestão e diferentes bancos por meio da transferência de arquivos de forma ágil, íntegra e segura.

    Um sistema capaz de atender os processos de negócios de seus clientes empresariais sem necessitar o investimento em desenvolvimento de sistemas internos.

    O PagPlan é uma solução que permite o pagamento das principais contas de concessionárias (como água, luz, gás, etc.) e DETRANs: utilizando o cartão de crédito como meio de pagamento.

      O EDI Business é uma solução altamente customizável para gestão operacional e estratégica de arquivos.

      O EDI Enterprise oferece uma infinidade de recursos de intercâmbio de informações baseado em um conjunto de regras de envio e recepção, múltiplos protocolos de comunicação, além de topologia altamente flexível.

      Inovação e tecnologia aplicados a emissão, recebimento e armazenamento de documentos fiscais eletrônicos.

      Tecnologia para conectar transportadoras e embarcadores com inteligência e compliance.

      Blog

      Logística Outbound

      Como as transportadoras fazem o cálculo do frete?

      5 anos atrás - por:

      O transporte de mercadorias é uma das principais etapas do processamento de pedidos em uma companhia. O cálculo do frete influencia diretamente na precificação do produto, o que pode determinar o valor competitivo que a empresa terá no mercado.

      Esse cálculo pode ser complexo e se tornar um fator dificultador para os gestores manterem um controle orçamentário da logística eficiente.

      Por isso, preparamos este post para mostrá-lo de modo simples e direto como é feito o cálculo do frete pelas transportadoras e que fatores afetam essa avaliação de preço. Acompanhe:

      As taxas

      Para precificar esse serviço, as transportadoras podem utilizar diferentes variáveis na equação. Mas existem taxas a que todas elas estão sujeitas, fazendo com que os valores sejam, até certo ponto, similares. Veja quais são os principais encargos:

      Pedágios

      É uma taxa que será cobrada a depender do trajeto realizado para a entrega. A lei 10.209 estabelece o rateio do custo do pedágio para o transporte de cargas fracionadas. Conforme a lei, o pedágio não deve ser embutido no frete, ou seja, deve ser sempre discriminado à parte.

      Ad valorem

      O objetivo do ad valorem, também conhecido como frete valor, é cobrir os riscos que a transportadora pode correr para levar uma carga, sendo calculado em cima do valor da mercadoria. Os custos que compõem essa taxa incluem:

      • Responsabilidade Civil sobre o Transporte Rodoviário de Cargas (RCTR-C), também chamado de seguro de acidentes, sendo obrigatório ao transportador;
      • Responsabilidade Civil Facultativa do Transportador Rodoviário por Desaparecimento de Carga (RCF-DC), também chamado de seguro de roubos, é facultativo – isto é, a transportadora pode decidir contratá-lo ou não.

      No Brasil, o percentual fixado para o ad valorem fica entre 0,03% e 0,40% do valor de total da mercadoria, e pode variar segundo os riscos envolvidos, como as características da carga e o trajeto a ser percorrido.

      Gerenciamento de Risco em Transporte Rodoviário de Cargas (GRIS)

      O cálculo para o pagamento dessa taxa é baseado em uma porcentagem sobre o valor da nota fiscal, e seu objetivo é cobrir as despesas do frete referentes a medidas de combate à prevenção de riscos, como acidentes, extravios e roubos de carga.

      Taxa de Restrição ao Trânsito (TRT)

      Há cidades onde existem restrições à circulação de veículos de transporte de carga ou à atividade de carga e descarga. Por isso, o TRT cobre custos adicionais quando a busca ou a entrega de produtos são realizadas nesses locais.

      Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS )

      Este imposto recai sobre as operações de circulação de mercadorias e prestação de serviços de transporte entre municípios e estados — também é cobrado a companhias que prestam serviços de comunicação. Para envios que ocorrem dentro de um mesmo município, é cobrado o Imposto Sobre Serviços ( ISS).

      Taxa de despacho

      A taxa de despacho (também conhecida como taxa de coleta e entrega) engloba os custos administrativos e operacionais referentes ao deslocamento para a retirada da carga nos centros de distribuição e envio ao destinatário.

      Fatores adicionais que influenciam o cálculo do frete

      Além das taxas fixas, existe uma série de fatores que são considerados no cálculo do frete. Entre os principais, estão:

      Distância da entrega

      A quilometragem vai influenciar diretamente neste cálculo, pois fatores como desgaste de pneus e consumo de combustível são considerados. Além do mais, algumas regiões podem ser de difícil acesso, exigindo outros meios de transporte, como avião e barco.

      Dimensões da carga

      Ao calcular um frete, as transportadoras podem usar uma equação que inclui a altura, o comprimento e a largura.

      Peso da mercadoria

      Pode ser considerado o peso bruto (o que inclui o produto mais a embalagem) ou o peso cubado das cargas (a relação entre volume e peso). Dessa forma, o transporte é cobrado com base no peso da mercadoria ou no espaço que ela ocupa, sempre o que for maior.

      Levando em conta todas essas variáveis, a transportadora vai equilibrar os valores no cálculo do frete e buscar um preço justo e competitivo.

      Siga-nos nas redes sociais para mais conteúdos exclusivos.

      Por:
      eSales
      do autor

      Comentários sobre este post