Otimize a relação com seus fornecedores e qualifique suas operações de Logística Inbound, com organização e agilidade a partir da automatização de processos relacionados com recebimento de carga.

Acompanhe indicadores de desempenho logístico e eleve o nível de suas operações de Logística Outbound com a integração de processos e automatização da troca de informações para maior visibilidade e eficiência de sua gestão.

Obtenha dados de suas vendas no varejo e de distribuidores para aumentar vendas, reduzir rupturas e perdas com informações compartilhadas para estruturar seus processos e auxiliar seu gerenciamento.

Aumente a sua demanda de transportes e seja encontrado por Embarcadores de todo o país.

Facilite a comunicação entre sistemas de gestão e diferentes bancos por meio da transferência de arquivos de forma ágil, íntegra e segura.

    Um sistema capaz de atender os processos de negócios de seus clientes empresariais sem necessitar o investimento em desenvolvimento de sistemas internos.

    O PagPlan é uma solução que permite o pagamento das principais contas de concessionárias (como água, luz, gás, etc.) e DETRANs: utilizando o cartão de crédito como meio de pagamento.

      O EDI Business é uma solução altamente customizável para gestão operacional e estratégica de arquivos.

      O EDI Enterprise oferece uma infinidade de recursos de intercâmbio de informações baseado em um conjunto de regras de envio e recepção, múltiplos protocolos de comunicação, além de topologia altamente flexível.

      Inovação e tecnologia aplicados a emissão, recebimento e armazenamento de documentos fiscais eletrônicos.

      Tecnologia para conectar transportadoras e embarcadores com inteligência e compliance.

      Blog

      Financeiro

      Entenda como gerir o fluxo de caixa da sua empresa de maneira eficiente

      5 anos atrás - por:

      O fluxo de caixa é um dos principais instrumentos de controle financeiro. Utilizado pelos empresários para acompanhar toda a movimentação de capital do negócio, ele deve ser calculado com base nas entradas e saídas da empresa de forma diária, mensal ou anual.

      O objetivo do fluxo de caixa é organizar todas as contas da empresa, criando uma base de dados que permita ao empreendedor administrar o negócio de forma segura, além de deixá-lo ciente do valor disponível para investimentos ou melhorias na empresa.

      Separamos, neste post, tudo o que você precisa saber para gerir o fluxo de caixa da sua empresa de maneira eficiente. Confira!

      Determine o período do fluxo de caixa

      Antes de calcular o fluxo de caixa, é preciso definir qual será o seu período de controle. Isso pode ser feito diariamente, semanalmente, quinzenalmente ou mensalmente. Cada negócio carece de um controle diferente, por isso o período deve ser definido de acordo com a demanda.

      É importante saber que quanto mais longo for o período, maiores são as chances de se perder o controle do fluxo de caixa e das informações.

      Registre todas as movimentações

      Independente do valor da transação, é fundamental que todas as movimentações financeiras— saídas ou entradas — sejam devidamente registradas no fluxo de caixa da empresa. Sempre que for registrar as informações não deixe de inserir todos os dados. Dessa forma, é possível acompanhar todos os gastos e saber qual o destino de cada saída.

      Com essas informações, é mais fácil encontrar pontos que te permitam economizar ou até mesmo gastos que podem ser cortados, aumentando a eficiência da empresa.

      Registre as contas a pagar e as contas a receber

      Despesas a serem pagas e contas periódicas devem ser registradas no fluxo de caixa junto às contas a serem recebidas. Essas informações são fundamentais para se montar o planejamento da empresa, evitar surpresas e eventuais divergências de valor.

      Levando em consideração os valores que sairão do caixa da empresa e o dinheiro a entrar, é possível fazer uma previsão do futuro e se preparar melhor para o mercado.

      Crie categorias para as receitas e despesas da empresa

      Para gerenciar o fluxo de caixa de maneira eficiente, é fundamental criar categorias de classificação para as receitas e despesas da empresa.

      A quantidade de classes varia em cada negócio, devendo ser o suficiente para suprir todas as necessidades da empresa e atender de forma eficaz o controle financeiro. Criar poucas categorias pode deixar o controle financeiro muito superficial.

      Por outro lado, desenvolver classes em excesso pode fazer com que controle fique muito complexo, prejudicando o fluxo de caixa. Portanto, ao categorizar as receitas e despesas, procure o equilíbrio para facilitar e aumentar a eficiência do negócio.

      Controlar o fluxo de caixa de forma eficiente é fundamental para que a empresa mantenha um total controle financeiro e obtenha lucros. O controle pode ser feito tanto em uma planilha de Excel, como em um software específico para gestão financeira.

      Agora você já sabe como gerir o fluxo de caixa do seu negócio de forma eficiente. Siga-nos nas redes sociais para mais conteúdos exclusivos.

      Por:
      eSales
      do autor

      Comentários sobre este post