Otimize a relação com seus fornecedores e qualifique suas operações de Logística Inbound, com organização e agilidade a partir da automatização de processos relacionados com recebimento de carga.

Acompanhe indicadores de desempenho logístico e eleve o nível de suas operações de Logística Outbound com a integração de processos e automatização da troca de informações para maior visibilidade e eficiência de sua gestão.

Obtenha dados de suas vendas no varejo e de distribuidores para aumentar vendas, reduzir rupturas e perdas com informações compartilhadas para estruturar seus processos e auxiliar seu gerenciamento.

Aumente a sua demanda de transportes e seja encontrado por Embarcadores de todo o país.

Facilite a comunicação entre sistemas de gestão e diferentes bancos por meio da transferência de arquivos de forma ágil, íntegra e segura.

    Um sistema capaz de atender os processos de negócios de seus clientes empresariais sem necessitar o investimento em desenvolvimento de sistemas internos.

    O PagPlan é uma solução que permite o pagamento das principais contas de concessionárias (como água, luz, gás, etc.) e DETRANs: utilizando o cartão de crédito como meio de pagamento.

      O EDI Business é uma solução altamente customizável para gestão operacional e estratégica de arquivos.

      O EDI Enterprise oferece uma infinidade de recursos de intercâmbio de informações baseado em um conjunto de regras de envio e recepção, múltiplos protocolos de comunicação, além de topologia altamente flexível.

      Inovação e tecnologia aplicados a emissão, recebimento e armazenamento de documentos fiscais eletrônicos.

      Tecnologia para conectar transportadoras e embarcadores com inteligência e compliance.

      Blog

      Logística Outbound

      O que é Ad Valorem e como ele influencia no valor do frete? Saiba aqui!

      1 ano atrás - por:

      o que é ad valorem

      As transportadoras desenvolvem fórmulas bastante complexas quando o assunto é o preço do frete dos serviços rodoviários. Para fechar o preço desse atendimento o gestor deve conhecer o que é Ad Valorem, qual é a taxa de cubagem e os tributos envolvidos no cálculo.

      Ao fechar o valor do frete é preciso ter uma visão completa sobre quais fatores podem fazer essa cobrança oscilar para fornecer maior transparência aos clientes. Esse cuidado tem origem na necessidade de garantir um preço justo para a remuneração dos serviços e cobrir, ainda, a margem de lucro esperada.

      Como esse assunto pode gerar muitas dúvidas, elaboramos este conteúdo para que você possa entender como funciona o cálculo do ad valorem e a sua importância para as transportadoras. Aproveite!

      O que é Ad Valorem?

      O Ad Valorem, também conhecido como Frete Valor, é um percentual cobrado para arcar com os custos dos riscos relacionados a segurança do veículo e, principalmente, da carga. Com isso, os gastos decorrentes do pagamento do seguro de carga, acidentes e eventuais avarias podem ser ressarcidos.

      Vale ressaltar que não estamos falando de uma precificação unificada no setor logístico. Isso acontece porque cada transportadora tem a autonomia para criar a sua tabela de fretes de acordo com as particularidades do negócio.

      Qual é a importância do Ad Valorem?

      Essa taxa tem relação com a previsão de riscos que não estão cobertos nas apólices de seguro obrigatório. Há cargas que são consideradas especiais como é o caso das cargas de grande porte. A sua movimentação requer a utilização de equipamentos específicos e a contratação de equipe especializada para o seu manuseio.

      Para fins de cálculo a taxa do ad valorem varia entre 0,03% e 0,40% do valor de total das mercadorias (o que você deve ter percebido que é um percentual que não cobre os custos decorrentes de possíveis imprevistos). Por esse motivo, o seu objetivo é diluir esse valor nas várias cobranças de frete para acumular uma reserva de emergência que possibilita arcar com a indenização de encomendas danificadas.

      Como fazer o cálculo dessa taxa?

      Em geral, o Frete Valor é um percentual que incide sobre o valor da mercadoria conforme descrito na documentação fiscal de venda. O que pode alterar a seu cálculo e cobrança são os elementos considerados no momento da sua apuração.

      Para isso, é preciso entender quais são as principais taxas e qual é a sua relação com a operação logística. Alguns exemplos são:

      • a distância percorrida;
      • as dimensões do produto;
      • o tipo de veículo utilizado;
      • o serviço de coleta e entrega.

      O transporte de mercadorias está sujeito aos mais diversos riscos que podem comprometer a integridade da carga e afetar negativamente a experiência de compra do cliente.

      O roubo nas estradas, avarias e extravios são apenas alguns dos exemplos do que pode acontecer no decorrer do trajeto. Por esse motivo, é recomendado que os gestores compreendam detalhadamente o que é ad valorem. Essa medida tem o intuito de otimizar o seu cálculo para tornar o processo mais claro e confiável.

      Se você achou esse conteúdo interessante, que tal assinar nossa newsletter para receber em sua caixa de entrada nossos últimos materiais?

      Por:
      eSales
      do autor

      Comentários sobre este post