4 motivos para automatizar as etapas de Supply Chain em sua empresa

supply chain management SCM

A cadeia logística (ou Supply Chain) de uma empresa é composta por todo o processo logístico realizado entre a aquisição de matéria prima até a entrega ao cliente final. É um processo de extrema importância, que deve ser constantemente melhorado, pois sua performance determina diretamente a capacidade da empresa entregar um produto de qualidade no tempo exato.

Uma das maneiras mais eficientes para a gestão correta da logística é a utilização de softwares conhecidos com SCM – Supply Chain Management. Sua finalidade está voltada para a otimização dos processos, tais como redução de estoque, ampliação da sua rotatividade e cumprimento dos prazos de entrega.

Tais ferramentas tornam possível uma gestão equilibrada da logística empresarial, permitindo redução de custos, oferta de maior competitividade dos seus produtos no mercado e entrega de valor agregado ao cliente final. Confira a seguir os principais motivos para automatizar desde já as etapas da cadeia logística da sua empresa!

Integração com fornecedores

Um dos maiores desafios na gestão da cadeia de suprimentos é saber exatamente quando repor um produto no seu estoque, sem que este seja excessivamente acumulado. Possuir um estoque lotado de itens parados não é uma boa ideia, pois além do valor investido na sua aquisição há um custo recorrente para sua manutenção.

Com a utilização de softwares adequados é possível integrar os dados do seu estoque com o servidor dos seus fornecedores, de modo que eles tenham acesso aos níveis do mesmo, ficando a cargo do fornecedor realizar a reposição dos produtos.

Os sistemas que oferecem essa opção são conhecidos como VMI – Vendor Manager Inventory (Inventário Gerido pelo Fornecedor). Seu uso aumenta a agilidade na reposição de mercadorias sem a necessidade de acúmulo, além de criar um elo de confiança e melhor atendimento junto aos fornecedores.

Métricas na Supply Chain

A cadeia logística é composta por diversas etapas e cada uma delas precisa de um tempo específico para ser concluída e levada adiante. O uso de um SCM permite entender de forma mais clara quanto é esse tempo em cada etapa, de modo a tornar possível descobrir falhas ou baixo desempenho dos seus colaboradores.

Estabelecer metas é uma forma de aperfeiçoar constantemente as etapas de supply chain, pois envolve a sua equipe em objetivos comuns. Conhecer o seu papel e superar expectativas é um excelente motivador de produtividade.

Compartilhamento de informações

Ainda que trabalhem em etapas diferentes, as equipes da cadeia logística precisam conhecer as informações de desempenho para determinar como serão suas estratégias. O compartilhamento das informações em banco de dados centralizado permite essa consulta de forma rápida e eficaz.

Um exemplo da sua aplicação prática, por exemplo, é quando o setor de compras recebe uma oferta de determinado fornecedor. Para não realizar uma compra por impulso, apenas para obter a vantagem do preço, é preciso conhecer a demanda gerada pelo setor de vendas e se o estoque é suficiente para suprir a mesma. Se já houver um excesso do produto em questão, essa compra iria gerar um prejuízo futuro.

Gestão de transportadoras

Quando você automatiza a gestão logística, um dos principais pontos é a possibilidade de cadastrar seus parceiros logísticos, permitindo uma análise mais eficaz do serviço prestado em tópicos essenciais, como preço, prazo e atendimento.

A inclusão das tabelas permite determinar qual parceiro tem o preço mais atraente. Além disso, essa mesma funcionalidade também viabiliza a conferência dos valores cobrados em fatura, se realmente estão de acordo com a negociação.

Outro aspecto refere-se aos prazos, que devem ser lançados de acordo com as informações repassadas. Essa informação torna possível realizar o rastreamento da mercadoria e pressionar o fornecedor em caso de atrasos, otimizando o serviço.

A automatização das etapas de Supply Chain é algo indispensável nos dias atuais, não somente como forma de reduzir custos, mas principalmente pela sua contribuição na otimização dos processos, melhoria de qualidade e consequentemente, entrega de valor ao cliente final, que saberá reconhecer esse diferencial.

Para ficar por dentro de todas as nossas dicas e ver mais conteúdos como esse, siga a gente nas redes sociais.