Indicadores de desempenho logístico: qual é a importância de acompanhar?

O impacto dos indicadores de desempenho logístico pode ser identificado em todos os elos da cadeia de suprimentos, bem como nas atividades de distribuição de mercadorias. Por esse motivo, o desenvolvimento desse tipo de métrica de acompanhamento dos resultados faz parte do cotidiano de empresas de todos os portes.

Afinal, é preciso conhecer como a operação de transportes está se saindo para identificar gargalos, desenvolver iniciativas de melhorias e aumentar a produtividade. Por isso, se você tem interesse em implementar essa prática, confira o conteúdo que preparamos para você. Acompanhe e saiba mais!

O conceito de indicadores de desempenho

Manter a sua empresa competitiva é um esforço constante que exige um conhecimento sobre a operação de transportes para ser viabilizado. Por esse motivo, além de integrar fornecedores, clientes e parceiros, é fundamental avaliar os resultados com precisão.

Portanto, a coleta de dados é o primeiro passo para conhecer o andamento dos processos de compras, vendas, manufatura e distribuição. Antes de tudo, é preciso nos familiarizarmos com a sigla KPI, que significa Key Performance Indicator ou, em português, Indicadores-Chave de Desempenho.

Sob esse ponto de vista, somente os indicadores logísticos mais relevantes para os resultados requerem medição periódica. Essa é uma medida que poupa tempo tanto dos gestores como dos profissionais que concentram a sua energia em atividades que têm impacto nos resultados.

Os principais indicadores da área de transportes

Determinar quais processos devem ser medidos requer uma avaliação de cada empresa sobre quais informações são relevantes para a sua tomada de decisão. Além disso, essa análise deve ser capaz de descrever a evolução da operação de forma direta e simplificada.

Ademais, existem categorias que descrevem a produtividade, medem a qualidade de serviços e produtos e demonstram o ganho financeiro. No ramo fabril, por exemplo, a capacidade produtiva também é foco de acompanhamento relacionado à quantidade de mercadorias que deixam a linha de fabricação.

No segmento logístico, os indicadores que mais se destacam são:

  • percentual de entregas dentro prazo: representa o número de pedidos atendidos dentro do prazo especificado;
  • lead time: cálculo do período de tempo entre o registro do pedido até a efetivação da entrega ao cliente. O ideal é que este seja o menor possível;
  • acurácia do inventário: comparação entre a contagem do estoque físico e a quantia registrada no sistema;
  • utilização da capacidade de carga do veículo: reflete o aproveitamento do espaço do veículo para embarcar o maior número de mercadorias possíveis;
  • custo por pedido: contabiliza os custos logísticos e indica o rateio entre todos os pedidos expedidos; e
  • OTIF (On Time, In Full): percentual de pedidos entregues nas quantidades exigidas e dentro do prazo.

Importância dos indicadores de desempenho logístico

Na prática, os indicadores refletem a estratégia da empresa e constituem uma forma de acompanhamento para a condução de diferentes áreas em direção a um objetivo comum. Essa integração é fundamental para aumentar a adesão da equipe e propiciar a sua motivação.

Favorecem a segurança no processo de transportes

A operação logística é conhecida pela sua importância para a economia e pelos riscos que afetam essa atividade. Por isso, uma das tarefas mais importantes é garantir a integridade da carga desde o seu embarque até a entrega para o cliente final.

Isso quer dizer que os indicadores fornecem informações sobre quais etapas representam maiores riscos, como:

  • separação e expedição;
  • danos durante o transporte;
  • roubo de cargas nas estradas;
  • armazenagem das mercadorias;
  • embarque e desembarque do veículo.

Assim, cada incidente pode ser tratado imediatamente para evitar novas ocorrências.

Possibilitam a tomada de decisões

Diariamente, os gestores tomam decisões que afetam não só os resultados da organização, como também o seu futuro. Por isso, a análise correta das informações contribui para identificar tendências e variações nos processos que poderiam comprometer o planejamento estratégico.

Nesse cenário, os KPIs são valorizados pela ampla gama de informações fornecidas sobre o gerenciamento da operação, o acompanhamento dos custos e o controle sobre a produtividade do setor logístico.

Transformam objetivos em resultados

Sob uma perspectiva mais ampla, os indicadores logísticos fazem parte do planejamento estratégico da empresa. Essa relação existe porque os objetivos organizacionais são convertidos em metas departamentais, inclusive para a área de logística.

Por esse motivo, os indicadores são capazes de revelar se os resultados estão sendo alcançados e ajudam a estimar um prazo para a sua obtenção. Com KPIs claros, cada área fica ciente da sua participação para a melhoria dos resultados.

Promovem o engajamento da equipe

O papel de um gestor é enxergar como cada atividade faz parte de um quadro maior e qual é a sua relação com os resultados. Isso favorece o direcionamento dos esforços da equipe para processos que podem ser otimizados.

No cenário logístico, um dos principais custos com a frota é o seu abastecimento. Portanto, se o plano é tornar a operação cada vez mais econômica, a primeira ação é buscar uma forma de otimizar o uso desse recurso.

Assim, a partir do resultado esperado é possível identificar meios de concretizar esse propósito. A equipe também se sente valorizada como uma parte integral do processo.

Garantem a confiabilidade das informações

Já mencionamos como os indicadores devem ser desenvolvidos para demonstrar a sua evolução no decorrer do tempo. Esse acompanhamento pode ser diário, semanal, quinzenal, mensal, semestral  ou anual.

A frequência estabelecida depende do tipo de indicador, porém, em geral, a prática mais comum é o acompanhamento a cada mês. Vale ressaltar que esse período deve ser suficiente para identificar problemas e implementar correções.

Melhoram a relação com os clientes

Por fim, a construção de um relacionamento de confiança entre a empresa e seus clientes depende da sua satisfação. Embora esse seja um fator subjetivo, existem formas de demonstrar a sua importância.

Indicadores que controlam a quantidade de pedidos entregues em atraso é um bom exemplo, pois identificam em quais situações houve algum tipo de problema. Com a análise dos indicadores de desempenho logístico é possível identificar gargalos na operação, o que possibilita o desenvolvimento de soluções eficientes para a sua correção.

Agora que você já sabe a importância de adotar KPIs logísticos, está na hora de colocar esse conhecimento em prática. Confira 7 indicadores de desempenho de logística para você acompanhar!