Otimize a relação com seus fornecedores e qualifique suas operações de Logística Inbound, com organização e agilidade a partir da automatização de processos relacionados com recebimento de carga.

Acompanhe indicadores de desempenho logístico e eleve o nível de suas operações de Logística Outbound com a integração de processos e automatização da troca de informações para maior visibilidade e eficiência de sua gestão.

Obtenha dados de suas vendas no varejo e de distribuidores para aumentar vendas, reduzir rupturas e perdas com informações compartilhadas para estruturar seus processos e auxiliar seu gerenciamento.

Aumente a sua demanda de transportes e seja encontrado por Embarcadores de todo o país.

Facilite a comunicação entre sistemas de gestão e diferentes bancos por meio da transferência de arquivos de forma ágil, íntegra e segura.

    Um sistema capaz de atender os processos de negócios de seus clientes empresariais sem necessitar o investimento em desenvolvimento de sistemas internos.

    O PagPlan é uma solução que permite o pagamento das principais contas de concessionárias (como água, luz, gás, etc.) e DETRANs: utilizando o cartão de crédito como meio de pagamento.

      O EDI Business é uma solução altamente customizável para gestão operacional e estratégica de arquivos.

      O EDI Enterprise oferece uma infinidade de recursos de intercâmbio de informações baseado em um conjunto de regras de envio e recepção, múltiplos protocolos de comunicação, além de topologia altamente flexível.

      Inovação e tecnologia aplicados a emissão, recebimento e armazenamento de documentos fiscais eletrônicos.

      Tecnologia para conectar transportadoras e embarcadores com inteligência e compliance.

      Blog

      Logística Outbound

      Logística e cadeia de suprimentos: quais impactos a pandemia trouxe?

      10 meses atrás - por:

      logística e cadeia de suprimentos

      Quando falamos de logística e cadeia de suprimentos, é importante entender que o Supply Chain se trata do macroprocesso, enquanto a logística é uma parte que integra esse processo. Ou seja, não se trata de coisa distintas, mas sim complementares. Assim, caso qualquer uma dessas etapas sejam quebradas, vai ocorrer um impacto considerável.

      Como exemplo, podemos considerar o ano de 2020 e alguns resquícios no ano de 2021, quando houve uma interferência bem forte nas fases de produção, desde a aquisição da matéria-prima, até a entrega do produto ao consumidor final, em função da pandemia.

      Quer entender melhor sobre as consequências desses impactos? Então, continue a sua leitura!

      Como a pandemia impactou a logística e cadeia de suprimentos ao redor do mundo?

      É importante ter em mente que a logística foi afetada, mas ela não parou, só observar setores com produtos essenciais como farmácias, supermercados e postos de gasolina. Dessa forma, alguns segmentos não foram atendidos devido a incapacidade, mas por uma determinação maior e uma pausa de mercado para esses setores. Então, ela teve um impacto positivo nesse sentido de continuar abastecendo, apesar do momento complicado.

      Quando se fala de logística, falamos de custos, então, também é possível perceber a potencialização de buscas por soluções de melhorias de processos e tecnologia, para estar cada vez mais preparada para os próximos imprevistos e momentos críticos que possam ocorrer no futuro.

      Por exemplo, um problema logístico identificado durante esse período foi a falta de embalagens, que é um insumo muito importante quanto falamos de produtos. Isso ocasionou uma ruptura, já que se a empresa não consegue finalizar sua mercadoria, não é possível entrega-la ao cliente final.

      Para evitar esses impactos, é preciso implementar as medidas adequadas para que todas as etapas da cadeia de suprimentos funcionem e sofram os menores prejuízos possíveis nesse tipo de cenário.

      Essas mudanças serão permanentes?

      Essas mudanças e nova visão da logística vieram para ficar. A pandemia gerou a potencialização do entendimento que os processos não podem ficar dependentes de processos manuais, de números que não são exatos, entre outros.

      Ou seja, é um momento de aprofundamento, onde a indústria enxerga a logística como uma aliada, cada vez mais buscando soluções e medidas para aprimorar essa cadeia e profissionalizar a equipe. Então a empresa começa a entender a importância disso tudo, principalmente quando falamos de custos e processos logísticos, iniciando uma caminhada bastante promissora.

      Quais foram os maiores desafios enfrentados e como foram superados?

      O maior desafio foi essa mudança rápida no comportamento do consumidor, que fez com que a indústria tomasse as ações necessárias para continuar fomentando o mercado, e a logística precisou se adaptar a tudo isso, devido ao novo padrão que surgiu, sem avisar.

      É claro que algumas empresas de logística já estavam se preparando para essas mudanças que impactou o consumo, mas talvez nenhuma estava esperando que isso acontecesse a tão curto prazo.

      Então, podemos dizer que esses desafios foram superados de forma positiva e rápida. Claro que o que vai determinar o sucesso dessa superação é o investimento em tecnologia, independentemente do segmento, fazendo com que os processos se tornem cada vez mais competitivos e assertivos. Dessa forma, apostar em inovações e tendências é uma das principais soluções para superar cada vez mais esse cenário.

      Como gerenciar esses impactos?

      Olhando pelo lado do impacto positivo, embora tenha os seus percalços, a primeira medida é trabalhar na prevenção. Essa é uma lição que a pandemia trouxe, pois, apesar da vontade de inovar e buscar melhorias, o projeto só fica no papel.

      Então, esse período de crise veio para dar esse fôlego e mostrar que é preciso considerar o cenário a curto prazo, olhar para frente e ver que as coisas podem mudar.

       Aquilo que estava dando certo, pode não dar mais, sendo necessária uma mudança muito rápida. Por isso, é preciso usar ferramentas que auxiliem na atuação preditiva, que possibilitam ao segmento trazer essa imagem do que pode acontecer, a enxergar de forma antecipada, quais os principais cenários e comportamento do consumidor no futuro e, dessa forma, trabalhar e se preparar para evitar imprevistos.

      Como as soluções da eSales podem colaborar nesse processo?

      Não há dúvidas dos impactos do investimento em tecnologia para o aumento da produtividade.

      A eSales é uma empresa de tecnologia, focada em entender as principais dores e demandas das indústrias, e de que forma é possível apresentar soluções para isso tudo. Então, quando falamos dentro da unidade de negócio de Supply Chain, é estar sempre olhando para o movimento de mercado e trabalhar de forma a suprir essas necessidades.

      Um exemplo é a iniciativa lançada esse ano, que é a Next Log, que permite visualizar todo esse cenário, toda essa oportunidade que tem na logística e transporte no Brasil, toda a potencialidade que esse segmento trás e tudo aquilo que a empresa pode contribuir.

      Então, nasce esse conceito de marketplace, para atender e levar solução para essa cadeia logística, para o transportador, que pode encontrar em um único local tudo que ele necessita, por exemplo, um insumo mais barato, que é um item que tem um impacto direto no custo do frete e que vai afetar essa cadeia de abastecimento, para a indústria na distribuição do seu produto, para o e-commerce que vai encontrar um frete mais barato para que o cliente final consiga comprar.

      Mas, para proporcionar essas melhores condições, é preciso ter um custo menor e ter a chance de negociar com os fornecedores, e essa solução faz isso, já que reúne em uma única plataforma as melhores práticas inovadoras de mercado para esse segmento, além de auxiliar toda essa movimentação. Isso porque, a ferramenta traz uma série de empresas inovadoras para levar solução para o ramo.

      Além disso, a eSales conta com novos produtos, como a Contratação de Frete, que é uma ferramenta que faz o intermédio entre a indústria e a transportadora, tornando essa negociação mais ágil, além de gerar um ganho maior e competitividade.

      Também favorece a transportadora, que passa a entender onde está ocorrendo um maior oferecimento de cargas e, assim, buscar essas oportunidades para não rodar vazio e evitar a ociosidade, tornando-o produtivo, rentável e capaz de oferecer melhores preços de frete, beneficiando empresas, e-commerce e consumidor final.

      Agora que você já sabe os principais impactos na logística e cadeia de suprimentos durante a pandemia, fica mais fácil entender que, apesar de ser um momento complicado, com o auxílio da tecnologia o segmento conseguiu se reinventar e se adequar às novas mudanças à curto prazo, evitando prejuízos maiores.

      Aproveite sua visita no blog e acesse nosso site para entender como as soluções da eSales podem transformar o seu negócio!

      Por:
      eSales
      do autor

      Comentários sobre este post