Otimize a relação com seus fornecedores e qualifique suas operações de Logística Inbound, com organização e agilidade a partir da automatização de processos relacionados com recebimento de carga.

Acompanhe indicadores de desempenho logístico e eleve o nível de suas operações de Logística Outbound com a integração de processos e automatização da troca de informações para maior visibilidade e eficiência de sua gestão.

Obtenha dados de suas vendas no varejo e de distribuidores para aumentar vendas, reduzir rupturas e perdas com informações compartilhadas para estruturar seus processos e auxiliar seu gerenciamento.

Aumente a sua demanda de transportes e seja encontrado por Embarcadores de todo o país.

Facilite a comunicação entre sistemas de gestão e diferentes bancos por meio da transferência de arquivos de forma ágil, íntegra e segura.

    Um sistema capaz de atender os processos de negócios de seus clientes empresariais sem necessitar o investimento em desenvolvimento de sistemas internos.

    O PagPlan é uma solução que permite o pagamento das principais contas de concessionárias (como água, luz, gás, etc.) e DETRANs: utilizando o cartão de crédito como meio de pagamento.

      O EDI Business é uma solução altamente customizável para gestão operacional e estratégica de arquivos.

      O EDI Enterprise oferece uma infinidade de recursos de intercâmbio de informações baseado em um conjunto de regras de envio e recepção, múltiplos protocolos de comunicação, além de topologia altamente flexível.

      Inovação e tecnologia aplicados a emissão, recebimento e armazenamento de documentos fiscais eletrônicos.

      Tecnologia para conectar transportadoras e embarcadores com inteligência e compliance.

      Blog

      Produtividade e Gestão

      O que fazer para reduzir os custos da reposição de estoque?

      1 ano atrás - por:

      reposição de estoques

      A reposição de estoque é uma prática essencial dentro de um estabelecimento, tendo em vista que ter os produtos oferecidos disponíveis, é fundamental para atender à demanda dos clientes e evitar que se perca espaço para concorrentes. No entanto, não são todos os empreendedores e gestores que se preocupam com esse processo, o que pode gerar sérios prejuízos ao negócio, principalmente porque o estoque envolve certos custos, sejam eles relacionados ao produto, ao pedido, entre outros aspectos.

      Pensando nisso, elaboramos este conteúdo para explicar estratégias relevantes que vão ajudar nos custos relacionados à reposição, a fim de otimizar os resultados e garantir a satisfação dos consumidores. Continue a sua leitura!

      Categorize os produtos adequadamente

      O correto é fazer um planejamento e organizar o estoque conforme os produtos existentes e a saída dos materiais. Eles podem ser separados por:

      • mercadorias com maior saída: precisam estar mais perto da área de expedição, o que vai simplificar o processo de separação;
      • mercadorias com um número maior de saída: devem ficar mais afastadas e em altura mais elevada, tendo em vista que o seu giro é mais baixo.

      A finalidade dessa prática vai ajudar na separação dos pedidos, gerando maior eficiência e produtividade, o que colabora de forma direta para a minimização dos custos operacionais.

      Tenha os indicadores como base

      Para alcançar bons resultados, é essencial contar com uma gestão baseada nos indicadores do negócio. Dessa forma, será possível diminuir o tempo que os itens ficam parados e monitorar de perto os níveis de cada produto, evitando falta ou excesso.

      Busque maior previsibilidade

      A previsão de demanda é uma análise fundamental para alinhar os níveis de estoque com as demandas dos consumidores. Por intermédio dela, é possível visualizar o histórico de vendas e elaborar projeções do comportamento do mercado, levando a um melhor entendimento sobre quais mercadorias terão maior saída e quais não devem ser pedidos no momento de fazer as requisições.

      Crie inventários periódicos

      Os inventários são essenciais para um bom controle do estoque. Isso porque, por meio deles, fica mais fácil saber quais são os volumes reais dos itens e ajustar o estoque contábil, assegurando a sua exatidão. Além disso, essa medida auxilia na identificação de produtos obsoletos e de perdas devido a perecibilidade, avarias, fraudes e demais problemas.

      Conte com o apoio da tecnologia

      A tecnologia pode ser uma grande aliada nesse processo, já que ela promove automatização na cadeia de suprimentos. Com a disponibilização de diversas ferramentas, as empresas podem ter em mãos dados precisos e concretos sobre o processo, que vão ajudar nas tomadas de decisões relacionadas a reposição de estoques, demanda dos clientes, entre outros.

      Agora que você entendeu a importância da reposição de estoque e como reduzir os seus custos, o ideal é colocar as dicas apresentadas em prática. Assim, você mantém um processo eficiente e evita prejuízos para o negócio, como perda de produtos, rupturas, insatisfação dos clientes, entre outras consequências que podem impactar na competitividade e no alcance de melhores resultados.

      Depois de adquirir informações atuais sobre o assunto, aproveite sua visita no blog para ler: “Afinal, como lidar com o excesso de estoque da empresa?” e esclarecer dúvidas sobre o tema!

      Por:
      eSales
      do autor

      Comentários sobre este post