Logística

Sistema TMS: cálculos de entrega simplificados e mais precisos

Sistema TMS: Cálculos de entrega simplificados e mais precisos

 

Os custos com transporte, tanto na entrada como na saída de estoque, estão entre os maiores custos logísticos de uma empresa. Perder o controle sobre esses custos, portanto, significa não apenas abrir mão de dinheiro, mas também perder vantagem competitiva em relação às demais empresas.

Nesse cenário, a aquisição de informação é crucial para que seja feita uma análise completa e relevante dos cálculos de entrega associados a determinada operação – e é justamente para isso que o sistema TMS serve.

Sigla para Transportation Management System, ou sistema de gerenciamento de transporte, ele fornece informações que são úteis para os cálculos de entrega. Neste artigo, você vai entender como isso acontece e como otimizar o uso desse sistema.

Como o sistema TMS facilita os cálculos de frete?

Por ser totalmente automatizado, um sistema TMS tem uma atuação relevante para o cálculo de frete porque leva em consideração todos os fatores que podem influenciar nesse custo. Ao levar em consideração as rotas, por exemplo, existe avaliação e registro de custos com abastecimento e manutenção. Todas essas despesas fazem com que haja um custo atribuído ao frete em questão e são responsáveis por compor o preço final.

Esse sistema é muito conveniente porque sua automatização o obriga a ser mais preciso na consideração de todos os custos. Isso faz com que o cálculo final do custo atribuído seja mais relevante e assertivo, já que há menos chances de que um custo não tenha sido considerado, por exemplo.

Outra vantagem do sistema TMS diz respeito ao fato de que ele fornece as informações mais rapidamente. Para uma tomada de decisão dinâmica, isso é muito importante por demorar a coletar e analisar informações, o que pode levar ao desperdício de boas oportunidades de negócio.

Quais as dicas para usar o TMS para cálculos de entrega?

Ao pensar em aproveitar o TMS para os cálculos de entrega é preciso levar em consideração algumas dicas que fazem com que sua atuação se torne mais relevante e mais benéfica para esse tipo de cálculo. Algumas das recomendações incluem:

Considere integrar o TMS ao ERP

Se a empresa já possui uma solução ativa de ERP, é benéfico realizar uma integração entre esse sistema e o TMS. Isso é especialmente útil para o cálculo do frete porque é possível realizar uma troca de informações financeiras.

Ao final, o cálculo de entrega obtido por meio das informações do TMS pode até mesmo influenciar a precificação de maneira mais fácil se o ERP tiver formas de captar esses dados de maneira direta.

Utilize como apoio para a tomada de decisão

O tomador de decisão pode utilizar o TMS como um apoio para a decisão sobre determinada característica específica do frete. Mediante uma análise do cálculo de entrega, é possível estabelecer a necessidade de utilizar rotas mais econômicas ou observar com mais cuidado o consumo de combustível, por exemplo.

Dependendo do valor fornecido pelas informações do TMS, também é possível decidir se determinada entrega faz ou não sentido para um preço competitivo para o cliente final, por exemplo.

Alie o sistema a uma estrutura adequada

Somente calcular os valores de entrega com a ajuda de um sistema TMS não será suficiente para obter vantagem competitiva se o negócio não dispuser de uma estrutura robusta e adequada de logística.

Por isso, é necessário que esse cálculo seja diretamente associado a uma estrutura relevante e integrada de serviços de logística de distribuição. Assim, não apenas é possível escolher o frete mais competitivo como também é possível oferecer um serviço de mais qualidade para o cliente.

O sistema TMS fornece, principalmente, informações automatizadas, precisas, confiáveis e rápidas sobre a matriz de transportes da empresa. Com isso, o cálculo de entrega se torna mais relevante e pode apoiar a tomada de decisão de maneira importante para que a empresa obtenha bons resultados de maneira contínua.

Você já utiliza um sistema TMS? Tem alguma dúvida sobre o assunto? Aproveite para comentar!