Otimize a relação com seus fornecedores e qualifique suas operações de Logística Inbound, com organização e agilidade a partir da automatização de processos relacionados com recebimento de carga.

Acompanhe indicadores de desempenho logístico e eleve o nível de suas operações de Logística Outbound com a integração de processos e automatização da troca de informações para maior visibilidade e eficiência de sua gestão.

Obtenha dados de suas vendas no varejo e de distribuidores para aumentar vendas, reduzir rupturas e perdas com informações compartilhadas para estruturar seus processos e auxiliar seu gerenciamento.

Aumente a sua demanda de transportes e seja encontrado por Embarcadores de todo o país.

Facilite a comunicação entre sistemas de gestão e diferentes bancos por meio da transferência de arquivos de forma ágil, íntegra e segura.

    Um sistema capaz de atender os processos de negócios de seus clientes empresariais sem necessitar o investimento em desenvolvimento de sistemas internos.

    O PagPlan é uma solução que permite o pagamento das principais contas de concessionárias (como água, luz, gás, etc.) e DETRANs: utilizando o cartão de crédito como meio de pagamento.

      O EDI Business é uma solução altamente customizável para gestão operacional e estratégica de arquivos.

      O EDI Enterprise oferece uma infinidade de recursos de intercâmbio de informações baseado em um conjunto de regras de envio e recepção, múltiplos protocolos de comunicação, além de topologia altamente flexível.

      Inovação e tecnologia aplicados a emissão, recebimento e armazenamento de documentos fiscais eletrônicos.

      Tecnologia para conectar transportadoras e embarcadores com inteligência e compliance.

      Blog

      Inovação e Tecnologia

      Tecnologia no transporte rodoviário: qual a importância para o embarcador?

      4 meses atrás - por:

      tecnologia no transporte rodoviário

      A tecnologia no transporte rodoviário é algo que tem se aprimorado constantemente. Visto que a logística é um setor ligado ao armazenamento e entrega de mercadorias, torna-se fundamental a adoção de sistemas capazes de gerir os processos e aumentar a eficiência da operação.

      Neste artigo, vamos explicar melhor porque é tão importante para a logística a adoção de softwares e soluções tecnológicas. Ao longo do texto, você verá diversos motivos que justificam essa implementação, de modo que os embarcadores se tornem mais competitivos e alinhados com a tecnologia. Boa leitura!

      Como está inserida a tecnologia no transporte rodoviário?

      Na prática, existem vários sistemas usados na logística e no transporte rodoviário. A título de exemplo, podemos citar o TMS, ou sistema de gerenciamento de transportes. Trata-se de um programa responsável por planejar, controlar e gerir tudo aquilo que envolve a entrega de mercadorias aos clientes, sejam elas pessoas físicas ou jurídicas.

      Outras duas tecnologias que vale a pena citar são o roteirizador de carga e o rastreador de frota. O primeiro é aplicado para o transporte de cargas fracionadas, de modo que o sistema consegue identificar as melhores rotas e condições de estrada mais favoráveis à viagem. Já o segundo usa o GPS para monitorar a atividade dos veículos usados na entrega por 24 horas.

      Como se deu a sua evolução até os dias atuais?

      O transporte por estradas no Brasil é algo que só começou, de fato, no século XX. Um dos fatores que contribuiu para isso foi a transferência da capital federal do Rio de Janeiro para Brasília, na região Centro-oeste do país. Com essa mudança, fez-se necessário criar uma extensa malha rodoviária, de modo a interligar as diversas regiões do Brasil e facilitar o escoamento de mercadorias.

      O que vemos hoje são veículos que estão cada vez melhor equipados para atender às demandas dos embarcadores. A tecnologia para produzi-los evoluiu bastante, inclusive proporcionando economia de custos relacionados a combustíveis e manutenções, por exemplo.

      Porque a tecnologia no transporte rodoviário é tão importante para o embarcador?

      Razões não faltam para o emprego massivo de tecnologia no transporte de cargas. Os processos do lado do embarcador e o aumento de competitividade são apenas algumas justificativas para isso. Acompanhe as subseções a seguir e conheça algumas das principais vantagens da transformação digital no transporte rodoviário!

      Ajuda a mantê-lo dentro da lei

      Uma lei que o embarcador deve estar atento é a 13.103. Ela diz que é responsabilidade dele e do destinatário providenciar um documento com o horário de entrada e saída do veículo das suas dependências. Caso a lei não seja obedecida, a ANTT (Agência Nacional de Transporte Terrestre) prevê uma multa que pode custar até 5% do valor da carga. Felizmente, é possível evitar esse custo indesejável pelo uso da tecnologia. Usando a computação em nuvem, a confecção desse documento ocorre com maior rapidez.

      Reduz custos

      Além da multa que citamos há pouco, existem vários outros custos que o embarcador pode evitar com o auxílio da tecnologia. Com um bom planejamento e metas realistas para o setor, é possível mitigar vários pontos de ineficiência da operação, de modo a evitar retrabalhos e promover uma economia significativa de recursos. Vale destacar que essa redução de gastos tende a aparecer mais a médio e longo prazo.

      Garante a segurança

      Imagine uma entrega sendo feita de um estado a outro do Brasil. Quanto maior o percurso, maior a chance de o motorista se deparar, por exemplo, com assaltos e condições ruins da estrada. Para tornar a viagem mais segura, o rastreamento do veículo e da carga é uma das tecnologias que podem ser empregadas nesse sentido.

      Detecta falhas

      Sem um sistema de gestão centralizado, muitas falhas da operação logística tendem a passar despercebidas. Ainda que sejam pequenos pontos de ineficiência, com o passar do tempo é possível tornar o setor menos competitivo, principalmente por não agregar valor ao serviço de entrega. Quando os dados são visualizados em uma única interface, os gestores conseguem ter uma visão mais integral do negócio e encontrar, de forma precisa, todos os gargalos e ineficiências do setor.

      Faz a gestão dos recursos com maior eficiência

      Controlar gastos e gerir recursos é algo que vai muito além de cortar despesas. Significa verificar possibilidades de melhorias contínuas na operação, também de modo a encontrar oportunidades futuras, que antes eram mais difíceis de detectar. A frota de veículos, por exemplo, é bastante beneficiada com essa gestão, pois é possível extrair dela o máximo de performance e estender sua vida útil.

      Melhora o controle do estoque

      Quando o cliente faz um pedido, é crucial que a quantidade solicitada esteja no estoque. É desejável também que as mercadorias com melhor vazão sejam respostas com agilidade, enquanto aquelas com pouca movimentação não fiquem ocupando espaço, além de representarem dinheiro parado.

      Com um sistema de gestão, todos os setores que se comunicam com o estoque podem fazer isso com muito mais agilidade. Na prática, quando é registrado o pedido no sistema, os setores de compras, contabilidade e financeiro, por exemplo, já são notificados. Dessa forma, a emissão de documentos fiscais e demais rotinas ocorre com maior fluidez e em bem menos tempo.

      Melhora a experiência do cliente

      Tanto clientes pessoas físicas como pessoas jurídicas tendem a ser bastante exigentes quando o assunto é entrega. Nesse sentido, usar a tecnologia de forma inteligente é buscar aprimorar continuamente a operação e agregar valor ao serviço, de modo a fidelizar os compradores.

      Além disso, é fundamental que os embarcadores estejam bastante atentos à dinâmica do mercado e, por consequência, às mudanças dos hábitos de consumo. Ter esse conhecimento em mãos ajuda os gestores na tomada de decisões e elaboração das melhores estratégias para o setor.

      A tecnologia no transporte rodoviário, como vimos, é bastante benéfica aos embarcadores. Dito isso, os gestores devem usar os softwares de gestão, entre outras coisas, na mensuração de performance e automação de rotinas, de modo a reduzir ineficiências e aumentar a produtividade dos colaboradores.

      Não deixe de sair do blog da eSales sem antes visitar e curtir a nossa página no Facebook!

      Por:
      eSales
      do autor

      Comentários sobre este post