Como realizar uma ótima gestão de operações logísticas?

A gestão de operações logísticas é essencial para o crescimento sustentável do negócio e o aumento da competitividade. Contudo, essa atividade pode se tornar um grande desafio para vários empreendedores, tendo em vista que o mercado se encontra cada vez mais dinâmico e exigente.

É preciso elaborar um plano operacional eficaz, que preze por utilizar os recursos de maneira adequada, economizar, cumprir os prazos e atender às demandas — além de outras ações que garantam o destaque entre os concorrentes e a satisfação dos clientes.

Para ajudar você a otimizar o gerenciamento das operações logísticas, preparamos este artigo com algumas estratégias que podem ser implementadas, tornando o negócio mais eficiente. Confira!

Tenha um bom planejamento

Quando um planejamento é feito com cuidado, as chances dos processos serem executados com sucesso são muito maiores. Ele deve englobar desde a recepção de produtos até a entrega ao consumidor final.

A finalidade dessa medida é identificar falhas existentes nas mais diversas fases, para que esses problemas possam ser solucionados. Como resultado, haverá mais qualidade, eficácia e implementação de melhorias.

O planejamento pode ser estratégico ou tático. Vamos tomar como exemplo aquele relativo aos trajetos. Eles podem ser projetados por meio da análise de alguns pontos, como:

  • meios de transportes utilizados, custos, vantagens e desvantagens;
  • condições das vias e suas características (como existência de pedágios, viadutos, semáforos, quebra-molas e limites de velocidade, entre outras);
  • embalagens das mercadorias;
  • habilidades do condutor;
  • condições climáticas.

Esses fatores também vão gerar impactos na agilidade e nos prazos das entregas, o que influencia diretamente na satisfação do cliente.

Monitore os processos

Nesse caso, o intuito é averiguar como as tarefas estão sendo executadas para identificar a efetividade dos métodos aplicados e a eventual necessidade de melhorias. Sempre que erros, desperdícios ou etapas que não gerem valor forem encontrados, será preciso corrigi-los e aplicar outras práticas.

O monitoramento deve passar pela análise integral dos processos — entre eles, de entradas, saídas, consumidores e fornecedores. A partir de então, é necessário delinear o fluxo de atividades e detectar o que precisa ser alterado para aprimorar a gestão de operações logísticas.

Elabore um mapa de pedidos

Essa ação ajuda a melhorar a logística e a distribuição, mas é necessário considerar todas as demandas do mês. O formato visual possibilita montar estratégias diferentes para a entrega de produtos rentáveis e detectar consumidores que realizam pedidos com valores mais baixos.

O mapa também propicia a criação das melhores rotas e a identificação dos meios de transporte mais vantajosos para a movimentação. Existem casos em que, mesmo o rodoviário sendo o mais usado, há outros modais capazes de compreender melhores preços e condições.

Antecipe os pedidos dos clientes

Para realizar a compra de uma matéria-prima adequada e traçar medidas com todo o time, é necessário entender o perfil do cliente. Analise suas práticas de consumo e saiba qual quantidade comprar de cada produto.

Dessa forma, você assegura estoques devidamente abastecidos e evita alguns erros que não podem acontecer, como:

  • não ter a mercadoria quando o consumidor realizar o pedido, fazendo com que ele vá buscá-la na concorrência;
  • ter produtos em excesso, gerando prejuízo devido ao armazenamento inadequado ou ao vencimento dos prazos de validade.

Seja organizado

O planejamento que vai nortear a gestão de operações logísticas será criado para delimitar o fluxo de atividades, as funções e as responsabilidades de cada funcionário. Nessa hora, o ideal é adotar ferramentas que ajudem a manter um melhor controle e acompanhamento.

Sendo assim, a execução das ações pode ser potencializada, ao passo que as tarefas de todas as áreas relacionadas à logística serão otimizadas.

Realize uma pesquisa de satisfação com os clientes

Durante a pesquisa, é preciso desenvolver algumas questões que serão a base para identificar o que os clientes pensam sobre a empresa e os serviços prestados. Lembre-se de realizar perguntas abertas para conseguir mais do que um “sim” ou “não”, como sugestões de melhorias, opiniões ou outras informações relevantes. Conheça algumas perguntas que podem ser feitas.

  • Do que você mais gosta na empresa?
  • O que faria para melhorar nossos processos e de qual maneira?
  • Qual nota você daria para a empresa de acordo com o seu grau de satisfação?

Com esses questionamentos, é possível coletar dados precisos e suficientes. Mas você também pode fazer outros conforme as necessidades do negócio.

Faça boas parcerias

É importante que a empresa tenha uma boa relação com os fornecedores, já que são eles que auxiliarão no bom andamento das operações. Lembre-se de que falhas na atuação desses parceiros significam erros nos processos executados na instituição.

Uma boa alternativa é integrar as informações com os fornecedores, para que os problemas nas entregas sejam encontrados e possam ser solucionados de forma rápida. Sistemas específicos podem ser agregados aos dos parceiros para minimizar as chances de gargalos e otimizar os processos.

Tenha uma equipe capacitada

Os funcionários precisam se engajar e estar envolvidos para que as atividades sejam desenvolvidas da forma correta. Fique atento ao time, realize um processo de recrutamento e seleção eficaz, aplique treinamentos de qualificação e busque por inovação.

Assim, você consegue montar um ambiente organizacional agradável e incentivar a integração. Tente ser um exemplo para os funcionários, organize eventos e promova o trabalho em equipe para favorecer o entrosamento. É importante que eles percebam que os setores dependem um do outro e o quanto essa integração traz resultados positivos para a companhia.

Invista em ferramentas de otimização para processos logísticos

As operações logísticas e de distribuição são mais fluidas quando contam com a ajuda da tecnologia e da inovação. Elas simplificam a execução das atividades operacionais e possibilitam ao time focar em tarefas estratégicas, que agreguem valor.

Além disso, a compreensão de pontos fortes e fracos é facilitada, o que permite buscar por melhorias. Assim, é possível otimizar os procedimentos e atingir os resultados esperados, influenciando na satisfação do consumidor e na relação com os fornecedores.

Agora que você já sabe a importância de ter uma gestão de operações logísticas eficiente, não espere para colocar as ações apresentadas em prática e implementar uma ferramenta adequada, que atenda às necessidades do negócio. Isso vai trazer vários benefícios, como o aumento do desempenho, a simplificação da rotina de trabalho, a qualidade dos serviços prestados e a fidelização dos clientes.

Quer aprimorar os processos logísticos da empresa? Então, entre em contato com a gente e veja como podemos ajudar!