Logística

Logística de distribuição: entenda o que é e porque sua empresa precisa adotar

A atividade de logística de distribuição como conhecemos hoje é a evolução de um sistema complexo que busca conectar produtores e consumidores para os mais variados produtos. A necessidade de mover mercadorias até os compradores é apenas um dos elos da cadeia de suprimentos.

Por isso, esse fluxo de bens, produtos e serviços requer um planejamento integrado entre fornecedores, transportadoras e compradores para fazer com que a carga chegue até o cliente final.

Nesse cenário, é fundamental otimizar os processos vigentes com o intuito de aumentar a produtividade, a lucratividade e a qualidade. Esse é o tema do post de hoje e, se você ficou interessado, continue com a leitura. Confira!

O que é a logística de distribuição?

Em termos simples, a atividade de distribuição pode ser compreendida como o fluxo de tarefas que viabiliza a entrega de mercadorias aos respectivos clientes dentro do prazo estabelecido.

É importante destacar que o cliente, nesse caso, nem sempre é o consumidor final, mas pode assumir a figura do distribuidor, do atacadista ou do varejista que comercializa os produtos.

No mercado atual, a logística de distribuição é uma das atividades que deve receber atenção e investimentos por parte dos gestores. Isso ocorre devido ao seu impacto direto na rentabilidade do negócio.

Desse modo, é possível planejar e controlar a execução de todas as atividades que compõem a logística.

Qual é a importância desse processo?

Geralmente, a atividade logística é associada ao transporte de mercadorias que pode ser considerado de abastecimento ou distribuição. Por outro lado, com o crescimento da importância da área, essa definição foi expandida para englobar:

  • o processo de aquisição;
  • a movimentação de insumos;
  • a armazenagem de mercadorias;
  • entrega de produtos.

Essa mudança foi responsável por reforçar o seu caráter estratégico para a disponibilização de produtos nos locais corretos e no momento certo. Desse modo, é possível garantir um elevado nível de serviço para os clientes.

O gerenciamento do estoque também passou por um aprimoramento significativo para reduzir custos operacionais e aumentar a sua eficiência. A melhoria constante é a expressão que melhor representa a logística nas organizações. Afinal, com o seu aprimoramento, é possível ampliar o compartilhamento de informações entre parceiros e a avaliação constante do desempenho.

Logística de distribuição: a sua empresa está fazendo certo?

Transformar a atividade logística da sua empresa é um desafio que requer um profundo conhecimento dos processos da área para realizar a sua revisão e reformulação. Como resultado, é possível encontrar oportunidades de evitar o desperdício de recursos, aumentar a produtividade e eliminar tarefas redundantes.

Aprimore a infraestrutura do armazém

É importante não deixar de lado o espaço dedicado ao armazenamento de produtos, pois a sua preservação depende do acondicionamento adequado. Por isso, é recomendado mapear o processo de movimentação interna para que o manuseio não resulte em avarias e acidentes.

Portanto, o primeiro passo é cuidar do dimensionamento da área para que seja possível utilizar equipamentos como empilhadeiras e guindastes para mover as embalagens com segurança.

Além disso, é preciso dedicar uma área para acomodar a tarefa de consolidação e embalagem dos pedidos para posterior remessa.

Adquira um sistema de gestão integrada

Nos dias de hoje, o mercado reconhece que informações e visibilidade sobre a execução das atividades valem ouro. Os ERPs ou Enterprise Resource Planning são programas desenvolvidos com o intuito de controlar todas as atividades da empresa, desde a aquisição de mercadorias até o recebimento das receitas de vendas.

Com esse tipo de ferramenta em pleno funcionamento é possível:

  • emitir documentos de frete;
  • administrar os pedidos de clientes;
  • controlar o pagamento de impostos;
  • prever a necessidade reposição de estoque;
  • realizar a gestão da frota, própria ou terceirizada.

O aspecto mais importante, contudo, é representado pela capacidade de obter relatórios gerenciais que relatam o desempenho da operação e o atendimento das metas organizacionais.

Desse modo, o gestor dispõe de dados precisos para subsidiar a sua tomada de decisão em assuntos relevantes para o futuro do negócio e na formulação de estratégias.

Escolha o modal de transporte ideal

Com base no mercado de atuação da sua empresa, nacional ou internacional, é possível selecionar o modal de transporte mais adequado para cada situação. No Brasil, predomina a utilização do transporte terrestre rodoviário. Sob o ponto de vista dos custos operacionais, essa é a opção mais acessível.

Contudo, é fundamental oferecer alternativas para os clientes que buscam receber os produtos de forma ágil e estão dispostos a arcar com os custos dessa operação. Surge, então, o modal aéreo para encurtar distâncias e aumentar a qualidade do atendimento aos clientes.

Já no cenário de exportação, prevalece o modal marítimo que, devido à adoção de contêineres e navios, oferece maiores vantagens, tais como a capacidade de transportar grandes volumes mantendo a segurança da carga.

Cuide do planejamento dos processos

É preciso assimilar que a atividade logística tem um papel relevante para o andamento da cadeia de suprimentos. Por isso, as organizações devem estar preparadas para planejar o andamento desse processo e garantir que as mercadorias cheguem ao seu destino em perfeitas condições.

Essa tarefa deve começar no momento do abastecimento da linha de produção, garantindo, assim, a disponibilidade dos insumos necessários para fabricar os produtos. A gestão do estoque também deve ser levada em consideração, pois lida diretamente com:

  • o manuseio das embalagens;
  • a armazenagem das mercadorias;
  • a separação e a expedição dos pedidos;
  • o embarque da carga nos veículos para entrega

Por fim, deve-se adotar ferramentas informatizadas capazes de acompanhar a remessa e rastrear os veículos. Os sistemas de roteirização representam um avanço importante, pois criam a rota mais ágil e econômica, o que aumenta a produtividade da frota.

A melhoria dos resultados começa a ser perceptível quando a logística de distribuição está em alinhamento com os objetivos da organização e atua para impulsionar o atendimento aos clientes. Essa é uma oportunidade com potencial para expandir o negócio de forma significativa.

Viu como a logística de distribuição pode ser aprimorada com reformulações simples na estratégia? Compartilhe com a gente sua opinião sobre o assunto! Basta deixar um comentário logo abaixo.