Por que a gestão de frotas é um diferencial competitivo nas empresas?

124936-por-que-a-gestao-de-frotas-e-um-diferencial-competitivo-nas-empresas

A logística é composta por um conjunto de atividades complexas que, quando bem realizadas e alinhadas, oferecem resultados muito positivos para o desempenho de uma empresa. Entre tantos processos, o transporte de mercadorias é um dos componentes que exige mais atenção e também que gera mais custos para uma instituição.

Ao adotar um novo olhar para a gestão de frotas e investir em melhorias nesse setor, uma empresa pode aproveitar grandes oportunidades, como a possibilidade de reduzir riscos, perdas, desperdícios e, consequentemente, gastos, favorecendo a lucratividade do negócio.

Você quer saber mais sobre esse assunto e descobrir por que a gestão de frotas é um diferencial competitivo no mercado atual? Então, continue a leitura deste artigo e veja agora mesmo como aprimorar o frete da sua empresa!

O que está por trás do conceito de gestão de frotas?

A gestão de frotas é um conceito que envolve tudo que é relacionado aos veículos e a movimentação de materiais, tanto no quesito interno — peças, manutenções — quanto externamente, quando se opera fora da empresa — entregas ou coletas.

Essencialmente, existem três aspectos fundamentais que uma empresa deve monitorar para realizar uma gestão de frotas eficiente. São eles:

  1. Processos internos: manutenções, compra de peças, abastecimento, gestão de multas e documentos, capacitação para motoristas e demais funcionários, entre outros;
  2. Operações externas: sistemas de entregas, coletas e serviços prestados aos clientes;
  3. Tecnologia: rastreamento e monitoramento da carga em tempo real, criação de rotas inteligentes.

Administrar uma frota de forma eficaz contribui para a produtividade dos veículos e dos colaboradores, além de evitar questões como ociosidade de caminhões, gastos excessivos com combustível ou manutenções emergenciais — que sempre geram um ônus maior para a empresa.

Por que investir na gestão de frotas?

Para driblar cenários de crise e a alta competitividade do mercado, investir em mais controle para a gestão de frotas é um fator que pode fazer toda diferença na evolução de uma empresa.

Afinal, o transporte representa o maior custo de logística, sendo que mais de 50% desses gastos são variáveis e podem ser reduzidos com a adoção de práticas mais inteligentes — cerca de 35% dessas despesas está relacionada apenas a compra de combustível.

A boa notícia é que com a implementação de tecnologia especializada e boas práticas a empresa percebe não somente uma redução significativa dos gastos, mas também um aumento de produtividade de sua frota e resultados mais expressivos.

A tecnologia aliada à gestão de frotas oferece grandes vantagens. Por meio da análise de dados sobre as viagens realizadas, os sistemas são capazes de fazer cálculos como:

  • consumo de combustível;
  • tempo de parada;
  • qualidade da condução;
  • desgaste de pneus.

Essas análises permitem que empresas tomem melhores decisões sobre o gasto com combustível ou formas mais adequadas de qualificar seus motoristas, por exemplo. Além disso, é possível também controlar as manutenções e evitar a deterioração dos veículos e despesas excessivas com reparos de última hora.

Sistemas específicos para esse setor ajudam gestores a elaborar um calendário de manutenções preventivas, que são agendadas e monitoradas digitalmente. Dessa forma, a empresa consegue se programar financeiramente para ter essa despesa e ainda mantém seu estoque no nível adequado, com a quantidade de peças e materiais compatível.

Quando a frota é gerenciada de uma forma efetiva, os veículos se conservam por mais tempo e se apresentam sempre disponíveis para as operações. Isso é essencial para garantir os prazos de entrega e atender todos os clientes com qualidade, o que colabora para a competitividade empresarial.

Como tornar a gestão de frotas mais eficaz?

Empresas que dependem da logística e de uma frota corporativa precisam encarar o gerenciamento adequado de seus veículos como um fator decisivo para sua sobrevivência no mercado. Conheça algumas práticas que vão garantir uma frota mais produtiva que possibilite a ampliação dos negócios da empresa:

Controle gastos

Equilibrar despesas na gestão de frotas é um grande desafio. Além dos custos fixos, grande parte das contas do transporte é variável e também relacionada a riscos como perdas de carga e acidentes.

A solução está em acompanhar de perto esses gastos e trabalhar com controle e previsão de custos. Monitorar o desempenho dos fretes viabiliza a avaliação de despesas ao longo do tempo e, assim, gestores podem estudar contas passadas e prever gastos futuros.

Sistemas tecnológicos de gerenciamento de transportes são muito úteis nesse momento, pois eles permitem o monitoramento preciso de informações e indicativos de performance como:

  • custo médio por viagem;
  • custo por quilômetro rodado;
  • seguro;
  • sinistros;
  • índice de manutenções preventivas e corretivas;
  • depreciação dos veículos;
  • desempenho do motorista.

São muitos os indicadores de performance que podem ser estudados de acordo com as especificidades de uma instituição. O objetivo é sempre realizar diagnósticos completos periodicamente para poder identificar falhas ou oportunidades de economia em seu fluxo logístico.

Esteja atento à ociosidade

Veículos sem uso geram gastos para a empresa. Da mesma forma, uma frota ociosa compromete as atividades da empresa e limitam a quantidade de serviços que a instituição consegue atender. Isso é fatal para a lucratividade.

Por essa razão, é crucial cuidar da manutenção para manter todos os veículos em dia. É uma boa ideia também ter carros na reserva, que possam ser usados em caso de uma demanda emergencial.

Otimize as rotas

A criação de mapas inteligentes é um grande ganho para a movimentação de cargas. Com programas especializados, gestores traçam o trajeto mais curto e eficiente, permitindo que motoristas não percam tempo em rotas longas ou até mesmo evitem caminhos considerados mais perigosos.

A otimização de rotas viabiliza a definição de um caminho otimizado, levando em conta todos os pontos de parada e os prazos de entrega. Consequentemente, com a adoção dessa prática, a empresa também consegue prever os gastos com combustível, medir o desgaste dos pneus, entre outras variáveis.

Invista no monitoramento

Tecnologias avançadas, com base na captação de dados por GPS (Global Positioning System) ou telemetria, oferecem o posicionamento em tempo real de um veículo e sua carga. Esse recurso ajuda a redobrar a segurança, pois ele é essencial para lidar com desafios como os roubos de carga.

Além disso, tanto gestores como clientes recebem informações sobre o status do seu frete, o que promove maior satisfação para os consumidores.

Investir na gestão de frotas proporciona resultados significativos para uma empresa, que pode exercer um controle superior de seus gastos e assegurar operações logísticas mais produtivas. Assim, aposte nessas práticas para ter um diferencial competitivo no mercado.

Agora que você já leu informações relevantes sobre a gestão de frotas, continue se informando e conheça 4 motivos para adotar automação logística! Além disso, para continuar sempre por dentro das novidades e crescer cada vez mais com sua empresa, siga nossos perfis nas redes sociais (Facebook , Linkedin) para acompanhar todo o nosso conteúdo!