Otimize a relação com seus fornecedores e qualifique suas operações de Logística Inbound, com organização e agilidade a partir da automatização de processos relacionados com recebimento de carga.

Acompanhe indicadores de desempenho logístico e eleve o nível de suas operações de Logística Outbound com a integração de processos e automatização da troca de informações para maior visibilidade e eficiência de sua gestão.

Obtenha dados de suas vendas no varejo e de distribuidores para aumentar vendas, reduzir rupturas e perdas com informações compartilhadas para estruturar seus processos e auxiliar seu gerenciamento.

Aumente a sua demanda de transportes e seja encontrado por Embarcadores de todo o país.

Facilite a comunicação entre sistemas de gestão e diferentes bancos por meio da transferência de arquivos de forma ágil, íntegra e segura.

    Um sistema capaz de atender os processos de negócios de seus clientes empresariais sem necessitar o investimento em desenvolvimento de sistemas internos.

    O PagPlan é uma solução que permite o pagamento das principais contas de concessionárias (como água, luz, gás, etc.) e DETRANs: utilizando o cartão de crédito como meio de pagamento.

      O EDI Business é uma solução altamente customizável para gestão operacional e estratégica de arquivos.

      O EDI Enterprise oferece uma infinidade de recursos de intercâmbio de informações baseado em um conjunto de regras de envio e recepção, múltiplos protocolos de comunicação, além de topologia altamente flexível.

      Inovação e tecnologia aplicados a emissão, recebimento e armazenamento de documentos fiscais eletrônicos.

      Tecnologia para conectar transportadoras e embarcadores com inteligência e compliance.

      Blog

      Financeiro

      Quais são os principais meios de pagamento para o meu negócio?

      2 anos atrás - por:

      meios de pagamento

      Para garantir a competitividade no mercado em que atua e obter sucesso nas vendas, além de oferecer serviços e produtos de qualidade, bons preços e um atendimento satisfatório, é necessário que o empreendedor atente aos possíveis meios de pagamento disponíveis em seu negócio.

      Isso é necessário tendo em vista que, quanto mais formas de pagamento forem aceitas, mais altas serão as possibilidades de efetivar as compras, fazendo com que o cliente fique satisfeito e volte para comprar mais devido à facilidade do processo e à flexibilidade do estabelecimento.

      Quer conhecer melhor os meios de pagamento disponíveis no mercado e, assim, escolher o mais adequado para o seu negócio? Continue a leitura!

      Dinheiro

      É uma forma de pagamento ainda muito usada em lojas físicas, principalmente em locais que vendem produtos na promoção e com preços baixos. A vantagem do empreendedor em aceitar o dinheiro em espécie é não precisar pagar taxas de operação.

      Cartão

      É o método mais utilizado no momento de realizar compras ou pagar por serviços. Por esse motivo, o ideal é que o estabelecimento aceite o cartão como meio de pagamento, já que, além de atender ao consumidor, você conseguirá receber o valor total cobrado pela venda, independentemente da quantia. Isso torna o método uma maneira eficaz de combater a inadimplência e garantir a praticidade na gestão das transações.

      Nas lojas físicas, é importante manter uma estrutura adequada para receber os pagamentos via cartão, considerando que é possível aceitar diversas bandeiras, evitando correr o risco de perder vendas por problemas no sistema. No caso de loja online, é preciso contar com um sistema que integre todas as funções e que realize a ponte entre a compra feita com o adquirente e o banco emissor. O cartão pode ser de crédito ou de débito.

      Crédito

      Trata-se de um cartão com ou sem chip usado como meio de pagamento eletrônico. Nos dias atuais, quase todos os estabelecimentos têm uma máquina que o aceite. O titular recebe a fatura para pagamento todo mês no endereço indicado e pode escolher entre pagar o total, o mínimo ou um valor intermediário. Toda conta de cartão de crédito tem um limite de compras definido pelo emissor.

      Débito

      É uma forma de pagamento eletrônico que viabiliza a dedução do valor de uma compra diretamente na conta, que pode ser bancária ou online. O débito é vantajoso por possibilitar um controle maior das despesas, tendo em vista que as compras são limitadas ao valor disponível em conta.

      Boleto bancário

      O boleto bancário oferece a vantagem de atender a qualquer pessoa, pois o cliente não precisa ter conta em banco e nem cartão de crédito ou débito para fazer as compras, além de ser uma opção menos custosa para quem emite. O pagamento via boleto pode ser realizado em caixa eletrônico, lotéricas, Internet Banking ou Correios.

      Para que a organização possa emitir boletos, é necessário ter uma conta-corrente em um banco e ter uma carteira de cobrança vinculada a esse banco. É bom implementar uma ferramenta para a emissão de boletos, assim, é possível diminuir os custos e usufruir de benefícios, como cálculo automático das multas, controle financeiro e segurança.

      Transferência bancária

      É um meio de pagamento prático, em que o empreendedor passa o nome da conta da empresa para o consumidor, que transfere ou deposita o dinheiro e apresenta o comprovante. Quem recebe o pagamento fica livre de taxas e o dinheiro entra dentro de poucas horas ou, no máximo, no próximo dia.

      É um recurso pouco automatizado e que vale mais a pena para as lojas virtuais que não realizam muitas movimentações por dia e oferecem produtos por encomenda e com um alto valor agregado.

      É um dos mecanismos mundiais de pagamentos online mais conhecidos no mundo. Isso porque ele suporta transferências em dinheiro via digital e serve como uma opção eletrônica aos métodos tradicionais, por exemplo, os cheques.

      Bitcoin

      É uma forma  de pagamento digital, onde as transações podem ser realizadas de forma instantânea, em todo mundo e a custos baixos.além disso, é um sistema de código aberto, acessível por qualquer usuário, sendo necessário apenas um endereço de e-mail, acesso à internet e dinheiro.

      Entre suas principais vantagens estão:

      • transações rápidas;
      • taxas baixas, diferente dos cartões de crédito
      • redução do risco de fraude, já que somente o proprietário do Bitcoin pode fazer o pagamento.

      Contudo, o Banco Central por meio do Comunicado nº 31.379/17, esclarece sobre os riscos das operações realizadas via moeda  virtual, além de esclarecer que o Bitcoin não deve ser confundido  a esse conceito, por possuir denominação própria e nãos ser um sistema eletrônico de armazenamento de moeda corrente nacional.

      Então, ao aceitar essa forma de pagamento, é importante estar sempre atento às recomendações do Banco Central, já que as operações feitas com Bitcoins têm certos riscos de perder valor na transação, que devem ser assumidos por quem aceita esse tipo de movimentação. 

      Débito recorrente

      Essa forma de pagamento se enquadra nos casos em que um produto ou serviço são usados mais de uma vez, de maneira contínua — por exemplo, TV a cabo, clubes de assinatura etc.

      Funciona da seguinte forma: o limite do cartão do consumidor não fica comprometido, e, todo mês, é descontado somente o valor da parcela do serviço ou produto, sendo possível usá-lo do jeito que quiser.

      Gateway de pagamento

      O gateway de pagamento possibilita o tráfego entre os dados necessários, por exemplo, o número do cartão, o CVV, o nome do comprador, entre outros, para que o pagamento ocorra entre o lojista e o adquirente de maneira criptografada. Essa medida objetiva que todas as informações continuem seguras e confidenciais.

      Adquirente

      Os adquirentes avaliam, processam e liquidam transações de cartões, tanto de crédito quanto de débito. Isso quer dizer que compõem um canal de comunicação confiável entre o estabelecimento, físico ou e-commerce, e o banco/operadora (bandeira) para validar os dados do cliente e autorizar a compra.

      Subadquirente

      Os subadquirentes são os intermediadores responsáveis por aprovar os pagamentos e garantir a segurança das movimentações realizadas, sem a necessidade de filiação a um banco ou adquirente, minimizando os processos burocráticos.

      Agora, você já sabe quais são os principais meios de pagamento. Então, lembre-se de que, após conhecer um pouco sobre cada um, é possível escolher o mais adequado ao seu negócio. Além disso, outros fatores devem ser considerados, como as taxas mais adequadas e os tipos mais utilizados pelos clientes. Isso é fundamental para garantir crescimento e lucratividade para a empresa.

      Este conteúdo foi útil para você? Então, aproveite para compartilhá-los nas suas redes sociais. Dessa forma, você vai contribuir para que seus amigos entendam melhor sobre o assunto!

      Por:
      eSales
      do autor

      Comentários sobre este post