Otimize a relação com seus fornecedores e qualifique suas operações de Logística Inbound, com organização e agilidade a partir da automatização de processos relacionados com recebimento de carga.

Acompanhe indicadores de desempenho logístico e eleve o nível de suas operações de Logística Outbound com a integração de processos e automatização da troca de informações para maior visibilidade e eficiência de sua gestão.

Obtenha dados de suas vendas no varejo e de distribuidores para aumentar vendas, reduzir rupturas e perdas com informações compartilhadas para estruturar seus processos e auxiliar seu gerenciamento.

Aumente a sua demanda de transportes e seja encontrado por Embarcadores de todo o país.

Facilite a comunicação entre sistemas de gestão e diferentes bancos por meio da transferência de arquivos de forma ágil, íntegra e segura.

    Um sistema capaz de atender os processos de negócios de seus clientes empresariais sem necessitar o investimento em desenvolvimento de sistemas internos.

    O PagPlan é uma solução que permite o pagamento das principais contas de concessionárias (como água, luz, gás, etc.) e DETRANs: utilizando o cartão de crédito como meio de pagamento.

      O EDI Business é uma solução altamente customizável para gestão operacional e estratégica de arquivos.

      O EDI Enterprise oferece uma infinidade de recursos de intercâmbio de informações baseado em um conjunto de regras de envio e recepção, múltiplos protocolos de comunicação, além de topologia altamente flexível.

      Inovação e tecnologia aplicados a emissão, recebimento e armazenamento de documentos fiscais eletrônicos.

      Tecnologia para conectar transportadoras e embarcadores com inteligência e compliance.

      Blog

      Financeiro

      Entenda como gerenciar os pagamentos recorrentes de forma eficaz

      5 anos atrás - por:

      O modelo de pagamentos recorrentes e assinaturas está em alta. Cada vez mais utilizado no mercado, esse sistema traz uma série de vantagens tanto para as empresas quanto para os consumidores. Com eles, os clientes conseguem comprar e receber um produto/serviço com o máximo de praticidade e conveniência.

      Ao mesmo tempo, fazer a cobrança dessa forma melhora o fluxo financeiro das empresas, permitindo a antecipação de receitas e garantindo uma entrada constante de dinheiro no caixa todo mês. Isso ajudará para que a sua própria organização possa se manter com mais tranquilidade.

      Porém, gerenciar um sistema de cobrança recorrente e assinaturas pode ser um grande desafio. Se ele não for bem executado, diversos problemas podem aparecer, prejudicando não só as finanças da sua empresa, como o seu modelo de negócios como um todo.

      Por isso, mostraremos abaixo uma série de práticas e precauções a serem adotadas para você aprender como gerenciar os pagamentos recorrentes do seu negócio da melhor maneira. Confira conosco!

      Invista em segurança para o armazenamento de dados

      Ao lançar um sistema de pagamentos recorrente, a empresa terá de lidar com dados confidenciais de clientes, como CPF e número do cartão de crédito. Como a cobrança acontecerá de forma periódica, será necessário armazenar todas essas informações em algum lugar.

      Logo, é mais do que necessário uma atenção especial para proteger essas informações, impedindo que hackers e pessoas mal intencionadas possam acessá-las. Se você não tiver condições para montar um banco de dados próprio que guarde suas informações de forma segura, opte pela terceirização.

      Atualmente, existem no mercado diversas empresas especializadas na proteção e armazenamento de informações de forma segura, oferecendo serviços na medida ideal para as necessidades de sua empresa.

      Isso fará com que a responsabilidade da segurança dos seus dados esteja nas mãos de especialistas que entendem quais são os meios mais eficientes para proteger as informações dos seus clientes.

      Lembre-se de que permitir o roubo de dados de algum dos seus consumidores, além de acarretar em problemas jurídicos para a sua empresa, ainda terá como consequência a perda de um cliente.

      Use criptografia para realizar as transações

      Um modelo do tipo recorrente precisa processar pagamentos o tempo todo. Logo, para proteger o cliente e a sua empresa, o sistema que você utilizar deve ter um método de criptografia, como o SSL (Secure Socket Layer), em todas as suas transações.

      Outra boa opção é a verificação em duas etapas, pois ela permite que você tenha mais de uma forma de conferir se a pessoa que está realizando a transação financeira é realmente o seu cliente.

      Há empresas que já utilizam isso para maior segurança, já que os ciberataques têm aumentado atualmente. Você pode fazer uma segunda verificação por meio de um código via mensagem de texto no celular ou mesmo por meio de um email do cliente.

      Métodos de pagamento com falhas de segurança podem resultar em fraudes, pedidos de chargeback — cancelamento de uma compra online, realizada por meio de cartão de crédito ou débito — e prejuízos financeiros para você e para o seu cliente, além de manchar a reputação de sua empresa no mercado.

      Por isso, procure não economizar nesse quesito: dedique tempo, dinheiro e o esforço de sua equipe para deixar seu sistema de pagamento o mais seguro e confiável possível. No final, todos sairão ganhando e você não perderá clientes por causa de problemas dessa natureza.

      Utilize softwares especializados em pagamentos recorrentes

      tecnologia de hoje já permite que boa parte das demandas de uma empresa seja desempenhada por softwares especializados. Para montar a gestão de assinaturas em uma empresa, não poderia ser diferente.

      Utilizar essas ferramentas não só reduz os seus custos, mas também contribui para aumentar a qualidade e a confiabilidade do seu sistema de pagamentos recorrentes. Seja na gestão de custos, para a proteção e segurança da sua plataforma, para a automatização de pagamento e integração bancária ou para auxiliar na gestão financeira do negócio, a utilização de soluções tecnológicas é, na maioria dos casos, a melhor.

      E para isso, há diversos serviços para você escolher. Uma boa opção é o pagamento por meio de boleto, por exemplo. Existem ferramentas que geram esses documentos com o valor e a data que você e o seu cliente determinarem. Além de poder imprimir quantos boletos você quiser, dividindo as prestações.

      Mantenha o contato com sua base de clientes

      A comunicação com o cliente durante o período de assinatura do seu produto é um dos componentes mais importantes em um modelo de pagamentos recorrentes. Isso é necessário não só para própria gestão do sistema, mas também funciona como uma técnica de fidelização do consumidor.

      Dedicar atenção e manter contato com seu cliente prolonga sua relação com ele, incentivando-o a continuar utilizando os serviços da sua empresa por mais tempo.

      Por isso, é interessante que você sempre peça feedbacks, questionando se os clientes estão satisfeitos com o que sua empresa está entregando. Nesse processo, procure lembrá-los como os seus serviços trazem benefícios para eles, a fim de mantê-los motivados a continuar com você — o que nos leva a próxima dica.

      Fidelize os seus clientes

      Melhor do que ganhar novos clientes, a sua empresa precisa fidelizar os seus clientes, já que dificilmente um consumidor insatisfeito voltará a comprar os seus produtos. Por isso, um meio de pagamento eficaz é uma ótima oportunidade para gerar em seus consumidores uma boa experiência.

      Não cometa o erro de “esquecer” do seu cliente após convencê-lo a comprar da sua empresa. Trabalhe bem seu pós-venda para garantir a credibilidade do seu negócio.

      Realize o controle do Churn

      Assim como o engajamento e a fidelização dos clientes são importantes para a sua empresa, o controle do Churn Rate é igualmente necessário. Trata-se de uma métrica utilizada para avaliar o número de clientes que suspenderam os trabalhos prestados pela sua empresa em um determinado período.

      Frequentemente, é necessário realizar uma pesquisa para verificar o número de clientes que pediram o cancelamento de algum serviço. A partir dessas informações, é possível tomar medidas que visem minimizar essa situação.

      Além disso, é o momento de verificar a qualidade do trabalho prestado pela sua empresa. É importante que todos os funcionários estejam cientes dessa realidade, para que compromissos sejam firmados e novas ideias possam ser dadas, visando diminuir cada vez mais o número de cancelamentos.

      Acompanhe o CAC e o LTV

      Por fim, para calcular a receita da empresa, é importante que você acompanhe os custos que foram necessários para obtenção do cliente (CAC — Cost to Acquire Customers) e o quanto esse cliente trouxe de rendimento para a organização até o momento (LTV — Lifetime Value).

      Para isso, novamente é indicado a contratação de uma empresa terceirizada que poderá realizar todo esse trabalho, por meio de softwares de controle de dados, que farão um levantamento preciso dessas métricas.

      Com essas informações em mãos, a sua empresa poderá analisar se é preciso investir mais ainda na captação de novos clientes e o que pode ser feito para que esse consumidor gere ainda mais lucros.

      Neste post, você aprendeu sobre como gerenciar os pagamentos recorrentes de forma eficaz. É importante lembrar que o seu cliente precisa encontrar na sua organização flexibilidade e facilidade para escolher os meios de pagamento que mais atendem às suas expectativas.

      Por isso, é fundamental que você coloque todas essas dicas em prática e procure o melhor serviço especializado para ajudá-lo. Isso pode ser o grande diferencial da sua empresa para conquistar lugares altos no mercado de vendas.

      Gostou dessas dicas sobre como gerenciar os pagamentos recorrentes no seu negócio? Então conte essas novidades para os seus amigos, compartilhando esse post em suas redes sociais!

      Por:
      eSales
      do autor

      Comentários sobre este post