Otimize a relação com seus fornecedores e qualifique suas operações de Logística Inbound, com organização e agilidade a partir da automatização de processos relacionados com recebimento de carga.

Acompanhe indicadores de desempenho logístico e eleve o nível de suas operações de Logística Outbound com a integração de processos e automatização da troca de informações para maior visibilidade e eficiência de sua gestão.

Obtenha dados de suas vendas no varejo e de distribuidores para aumentar vendas, reduzir rupturas e perdas com informações compartilhadas para estruturar seus processos e auxiliar seu gerenciamento.

Aumente a sua demanda de transportes e seja encontrado por Embarcadores de todo o país.

Facilite a comunicação entre sistemas de gestão e diferentes bancos por meio da transferência de arquivos de forma ágil, íntegra e segura.

    Um sistema capaz de atender os processos de negócios de seus clientes empresariais sem necessitar o investimento em desenvolvimento de sistemas internos.

    O PagPlan é uma solução que permite o pagamento das principais contas de concessionárias (como água, luz, gás, etc.) e DETRANs: utilizando o cartão de crédito como meio de pagamento.

      O EDI Business é uma solução altamente customizável para gestão operacional e estratégica de arquivos.

      O EDI Enterprise oferece uma infinidade de recursos de intercâmbio de informações baseado em um conjunto de regras de envio e recepção, múltiplos protocolos de comunicação, além de topologia altamente flexível.

      Inovação e tecnologia aplicados a emissão, recebimento e armazenamento de documentos fiscais eletrônicos.

      Tecnologia para conectar transportadoras e embarcadores com inteligência e compliance.

      Blog

      Supply Chain

      10 dicas para se tornar um bom líder de logística e Supply Chain

      5 meses atrás - por:

      líder de logística supply chain

      O líder de logística e supply chain exerce um papel bastante relevante no setor. No entanto, com tantas responsabilidades, desenvolver uma boa liderança passa a ser algo desafiador, já que envolve tarefas como estimular e motivar a equipe, desenvolver habilidades e competências inerentes ao cargo, entre outros aspectos importantes para o alcance dos melhores resultados.

      Mas, como se tornar um bom líder de logística e supply chain e comandar uma equipe com assertividade e eficiência? Leia este conteúdo para descobrir!

      Quais características fazem parte do perfil de um líder?

      Ser um bom líder envolve o desenvolvimento de determinadas características, por exemplo:

      • ser organizado e disciplinado;
      • saber administrar o tempo;
      • ter determinação;
      • delegar tarefas com competência;
      • extrair dos funcionários o melhor que eles têm a oferecer;
      • ter conhecimento aprofundado em logística para determinar as melhores estratégias;
      • compreender as regras do negócio etc.

      Qual o papel do líder de Supply Chain e suas funções?

      De fato, o Gestor de Supply Chain precisa desempenhar uma série de funções. O planejamento e o monitoramento do estoque, por exemplo, é apenas uma delas, além de gerir pessoas e estar antenado com a transformação digital na logística. Ainda que um curso superior seja importante para o exercício da gestão, existem habilidades que o líder tende a desenvolver com a experiência e a prática cotidiana.

      O líder deve, portanto, saber unir os conhecimentos obtidos na faculdade, a expertise tecnológica e o acompanhamento de equipes. Dito isso, algumas das principais funções do Gestor de Supply Chain são:

      • prevenir riscos que permeiam as atividades do setor de logística;
      • controlar o inventário das matérias-primas ou produtos do estoque;
      • otimizar o espaço do estoque, visto que isso aumenta a disponibilidade de itens disponíveis aos clientes, além de ajudar a facilitar a busca deles no armazém.

      Como ser um bom líder em Logística e Supply Chain?

      Existem algumas medidas que podem ser empregadas como forma de se tornar o líder ideal. Veja a seguir as principais!

      1. Analise bem a estrutura da empresa

      É preciso conhecer bem os processos do negócio, como os logísticos, de estoque, de vendas, manufaturas e demais. Dessa forma, fica mais fácil estruturar as ideias e planejar uma gestão logística efetiva. Além disso, o líder consegue ter em mãos dados relevantes para aplicar seus conhecimentos teóricos e técnicos de forma mais adequada.

      2. Ofereça condições de crescimento para os membros da equipe

      Reconhecer o potencial e os limites de cada um gera confiança, bem como aumenta a motivação no trabalho. Isso se deve ao fato dos profissionais se sentirem compreendidos e valorizados, sendo possível perceber o quanto são importantes para o alcance das metas e objetivos determinados pelo setor de logística.

      Esse entendimento sobre o que a empresa espera deles, e como suas contribuições são fundamentais para o sucesso do negócio, geram impactos não apenas na expansão da companhia, mas, também, para o crescimento profissional de cada colaborador.

      3. Aprenda a dar e receber feedbacks

      Um bom líder precisa ter a capacidade de manter uma relação de comunicação com o seu time. Estimular os funcionários a falarem sobre suas ideias e sugestões é essencial para a criação de um relacionamento de confiança, onde cada integrante possa se sentir motivado a contribuir com soluções para atingir os resultados.

      Depois de delegar as tarefas, também é importante dar feedbacks periódicos para reconhecer o bom trabalho e apresentar críticas construtivas em relação aos pontos que precisam ser melhorados.

      4. Invista em conhecimento

      O líder precisa se preocupar com a sua formação profissional, bem como se manter atualizado com as novas tendências do ramo e aperfeiçoar suas competências técnicas e habilidade de gestão. É preciso ter em mente que o mercado muda com frequência e as metodologias aplicadas aos processos também sofrem alterações. Quem não se inova, acaba ficando para trás.

      5. Saiba como orientar a equipe

      Quando um líder é determinado e focado, consegue fazer uma boa leitura do tempo da equipe e do seu próprio tempo, o que simplifica a elaboração de estratégias que realmente vão contribuir para a elaboração de um plano de negócios eficaz. Assim, as chances de chegar ao sucesso é maior, a orientação e delegação de funções também se tornam mais apropriadas.

      6. Foque no crescimento da empresa

      Outra questão é relacionada à realização das tarefas com a única finalidade de atingir as metas traçadas. Ou seja, é preciso focar no desenvolvimento do negócio, dando atenção para os processos mais importantes e que vão gerar resultados para a companhia.

      7. Conheça o processo como um todo

      Dada a complexidade do setor logístico, é crucial que o gestor conheça a fundo a estrutura da empresa e todos os seus processos. Com esse conhecimento, ele terá os meios necessários de propor e implementar melhorias, sempre com base na dinâmica do mercado e mudanças nos padrões de consumo dos clientes. Em outras palavras, o que está funcionando hoje pode não funcionar amanhã, cabendo ao líder de Supply Chain ter a expertise para se adaptar continuamente e manter o setor sempre competitivo.

      8. Busque inovações

      Mesmo que o gestor não tenha estudado ou tenha conhecimentos de TI, é fundamental observar o que há de novo no setor em termos de tecnologia. Tão importante quanto conhecer as inovações é ter a disposição e o apoio da equipe para implementá-las. Isso porque, dependendo da solução que será adotada, os colaboradores podem precisar se submeter a treinamentos ou até mesmo desenvolver um novo mindset e uma nova cultura organizacional.

      9. Lidere com inteligência emocional

      Inteligência emocional é um tema bastante discutido no momento, e não é por menos. O gestor que possui essa característica tende a ter não só autoconhecimento, mas também a capacidade de gerir pessoas de forma bem-sucedida. Embora seja algo que não se aprende da noite para o dia, o líder em Supply Chain pode colher excelentes frutos da inteligência emocional, quando começa a praticá-la aos poucos na empresa. Ter empatia e aprender a ouvir o próximo, por exemplo, são excelentes passos nesse sentido.

      10. Melhore sua capacidade de comunicação

      Os colaboradores têm dificuldade em entender os direcionamentos passados? Como regra geral, os ruídos na comunicação são de responsabilidade do emissor, exigindo que ele venha a melhorar continuamente sua capacidade de se comunicar. A simplicidade, a clareza e a objetividade na mensagem são essenciais, pois evitam mal entendidos que possam prejudicar a performance logística da empresa.

      O que é necessário para melhorar os resultados da equipe logística?

      Um gestor que sabe gerir pessoas e está atento à transformação digital tende a melhorar os resultados da empresa. Isso significa que os pilares da boa performance na logística estão na tecnologia e nas habilidades estratégicas, analíticas e criativas dos liderados. Isso permitirá, entre outras coisas, a melhoria contínua e o aumento na fidelização dos clientes.

      Agora que você já sabe como se tornar um bom líder de logística e supply chain, o recomendado é colocar as dicas apresentadas em práticas e evitar erros que ao serem cometidos podem comprometer todo o papel de liderança, como centralizar o trabalho impedindo o desenvolvimento da equipe, demonstrar insegurança, falta com habilidades e competências necessárias e demais.

      O que achou deste artigo? Aproveite para deixar o seu comentário aqui agora mesmo!

      Por:
      eSales
      do autor

      Comentários sobre este post