Otimize a relação com seus fornecedores e qualifique suas operações de Logística Inbound, com organização e agilidade a partir da automatização de processos relacionados com recebimento de carga.

Acompanhe indicadores de desempenho logístico e eleve o nível de suas operações de Logística Outbound com a integração de processos e automatização da troca de informações para maior visibilidade e eficiência de sua gestão.

Obtenha dados de suas vendas no varejo e de distribuidores para aumentar vendas, reduzir rupturas e perdas com informações compartilhadas para estruturar seus processos e auxiliar seu gerenciamento.

Aumente a sua demanda de transportes e seja encontrado por Embarcadores de todo o país.

Facilite a comunicação entre sistemas de gestão e diferentes bancos por meio da transferência de arquivos de forma ágil, íntegra e segura.

    Um sistema capaz de atender os processos de negócios de seus clientes empresariais sem necessitar o investimento em desenvolvimento de sistemas internos.

    O PagPlan é uma solução que permite o pagamento das principais contas de concessionárias (como água, luz, gás, etc.) e DETRANs: utilizando o cartão de crédito como meio de pagamento.

      O EDI Business é uma solução altamente customizável para gestão operacional e estratégica de arquivos.

      O EDI Enterprise oferece uma infinidade de recursos de intercâmbio de informações baseado em um conjunto de regras de envio e recepção, múltiplos protocolos de comunicação, além de topologia altamente flexível.

      Inovação e tecnologia aplicados a emissão, recebimento e armazenamento de documentos fiscais eletrônicos.

      Tecnologia para conectar transportadoras e embarcadores com inteligência e compliance.

      Blog

      Logística Inbound

      Saiba como fazer uma gestão eficiente de manutenção de frotas

      4 anos atrás - por:

      Veículos em mau estado de funcionamento podem causar vários prejuízos materiais e também podem manchar o nome da empresa. Eles representam um verdadeiro risco para o patrimônio do negócio e até mesmo para as vidas dos colaboradores.

      Diante da importância do tema e do papel transformador da informação, dedicamos este um artigo para tratar exclusivamente desse assunto. Confira na sequência uma série de boas práticas para fazer uma gestão de manutenção de frotas eficiente!

      Acompanhe a vida útil dos pneus

      Manter os pneus da frota sempre em bom estado não é uma atividade que exige muito esforço, ao menos não na teoria. Basta respeitar a validade do produto e registrar a quilometragem do veículo, realizando as trocas sempre que necessário. No entanto, essa prática preventiva acaba sendo deixada de lado em muitas empresas.

      Rodar com pneus carecas ou com qualquer tipo de anormalidade pode aumentar o risco de que o veículo se envolva em um acidente, colocando as vidas de colaboradores e terceiros em risco.

      Mesmo que o pior não ocorra, a falta de manutenção dos pneus pode causar o aumento nos custos logísticos com o veículo. Uma vez que, quando os pneus estão murchos, cheios demais, carecas ou deformados o carro passa a consumir mais combustível. Ademais, há o risco de forçarmos outras peças do veículo, causando ainda mais prejuízos.

      Faça controle da utilização de combustível e da cadeia produtiva

      O consumo de combustível de um automóvel pode revelar diversas informações sobre ele, antes mesmo de abrirmos o capô. Você pode encontrar o consumo ideal da marca e modelo do veículo no manual do proprietário. Há uma estimativa tanto para trajetos urbanos, como para rodovias.

      Se um automóvel consome mais combustível em um curto período de tempo, pode ser um indicativo de que algo está errado. Entre as possibilidades, podemos imaginar que o veículo esteja com problemas mecânicos ou que o automóvel vem sendo abastecido com combustível de qualidade duvidosa.

      Para se diferenciar da concorrência, é essencial que você controle, também, a sua cadeia produtiva. Você deve envolver os fornecedores em projetos colaborativos, controlar a previsão de entregas, gerenciar riscos, padronizar a comunicação dentro da empresa e com fornecedores, entre outras ações. Para alcançar esses objetivos uma dica é implantar soluções em Supply Chain no seu negócio.

      Mantenha um histórico sempre atualizado de cada veículo

      Até mesmo dois veículos novos retirados da concessionária não são perfeitamente idênticos. E a tendência é que essas diferenças aumentem depois que os veículos começarem a rodar. Isso acontece, pois cada carro tem uma trajetória bastante única com relação aos locais que frequenta e ao desgaste de determinadas peças, por exemplo.

      Pode ser que um desses carros tenha que trocar a suspensão com 20 mil quilômetros rodados e o outro apenas com 40 mil quilômetros. Outra possibilidade é que um dos veículos tenha sido comprado já com um defeito de fábrica e passado por uma manutenção logo durante os primeiros meses.

      Para acompanhar todas as manutenções e estar ciente de tudo que ocorre em cada automóvel é importante registrar os veículos pelo número da placa ou do chassi, mantendo um histórico detalhado. Os problemas mecânicos e as manutenções realizadas devem ser registradas com uma descrição detalhada de como o carro estava antes e depois de cada manutenção.

      Invista certo na manutenção de frotas

      Como já tivemos a oportunidade de mencionar, investir na manutenção dos veículos é fundamental para a “saúde” da frota. No entanto, os investimentos devem ser realizados com base em critérios racionais, senão você pode gastar mais do que deveria e, ainda assim, deixar de cumprir uma série de exigências básicas para o bom funcionamento da frota.

      Quando o assunto é investimento em manutenção de frotas é preciso ter atenção ao fato de que, com um planejamento prévio e uma gestão eficiente, é possível prever as despesas relacionadas à manutenção de cada um dos veículos da frota e até mesmo aumentar a produtividade da empresa. Para isso, você pode adotar um software de gestão de frotas.

      Essa tecnologia pode te ajudar a controlar de forma rápida e eficiente vários prazos e indicadores da empresa, como as próximas revisões que serão necessárias. Ao realizamos manutenções periódicas, os “gastos imprevistos” com revisões emergenciais e os prejuízos com veículos parados serão mais raros. Isso também colabora bastante para o controle financeiro da organização.

      Adote medidas para evitar que os equipamentos estraguem

      Parte do objetivo a ser alcançado pela gestão de manutenção de frotas é fazer com que as peças de todos os carros funcionem de acordo com o ideal. Para isso, não podemos contar com a sorte!

      É preciso respeitar a validade e quilometragem indicada para a troca de peças e também do óleo do motor do veículo. Além disso, é importante, também, engajar os colaboradores da empresa para que tomem certos cuidados no sentido de aumentar a vida útil dos carros. Vale lembrar que o modo como o automóvel é conduzido também é muito importante para economizar com a manutenção de frotas.

      Gerencie as rotas adotadas

      Por onde seu carro esteve? Já parou para pensar na importância dessa informação e como tendemos a ignorá-la? Muitos problemas mecânicos do carro podem ser causados, justamente, pelas rotas que ele percorre. Para resolver esse problema, sua empresa pode, por exemplo, investir em tecnologias para o rastreamento do veículo.

      Com um aplicativo de tracking você pode visualizar o fluxo de entregas, receber alertas de problemas, além de fornecer para a equipe de vendas as informações dos pedidos. Com uma análise dos dados do rastreamento, será possível fazer um planejamento de rotas, o que garante que os carros percorrerão sempre o caminho mais econômico, considerando não apenas os prazos e o consumo de combustível, mas também o custo em manutenção.

      É essencial implantar uma cultura dentro da empresa, na qual a manutenção preventiva é o foco. As revisões emergenciais não podem ser a regra dentro da manutenção de frotas. Temos que nos acostumar a levar o carro para a oficina antes que ele apresente sinais de problemas mecânicos. Isso aumenta a segurança dos passageiros, da carga e também reduz custos com manutenção.

      E então? Gostou de aprender como fazer uma gestão eficiente de manutenção de frotas? Para continuar sempre por dentro das novidades e crescer cada vez mais com sua empresa, siga nossos perfis nas redes sociais (Facebook , Linkedin) para acompanhar todo o nosso conteúdo!

      Por:
      eSales
      do autor

      Comentários sobre este post