Otimize a relação com seus fornecedores e qualifique suas operações de Logística Inbound, com organização e agilidade a partir da automatização de processos relacionados com recebimento de carga.

Acompanhe indicadores de desempenho logístico e eleve o nível de suas operações de Logística Outbound com a integração de processos e automatização da troca de informações para maior visibilidade e eficiência de sua gestão.

Obtenha dados de suas vendas no varejo e de distribuidores para aumentar vendas, reduzir rupturas e perdas com informações compartilhadas para estruturar seus processos e auxiliar seu gerenciamento.

Aumente a sua demanda de transportes e seja encontrado por Embarcadores de todo o país.

Facilite a comunicação entre sistemas de gestão e diferentes bancos por meio da transferência de arquivos de forma ágil, íntegra e segura.

    Um sistema capaz de atender os processos de negócios de seus clientes empresariais sem necessitar o investimento em desenvolvimento de sistemas internos.

    O PagPlan é uma solução que permite o pagamento das principais contas de concessionárias (como água, luz, gás, etc.) e DETRANs: utilizando o cartão de crédito como meio de pagamento.

      O EDI Business é uma solução altamente customizável para gestão operacional e estratégica de arquivos.

      O EDI Enterprise oferece uma infinidade de recursos de intercâmbio de informações baseado em um conjunto de regras de envio e recepção, múltiplos protocolos de comunicação, além de topologia altamente flexível.

      Inovação e tecnologia aplicados a emissão, recebimento e armazenamento de documentos fiscais eletrônicos.

      Tecnologia para conectar transportadoras e embarcadores com inteligência e compliance.

      Blog

      Logística Inbound

      Entenda a Importância da TI nos Processos Logísticos

      2 anos atrás - por:

      tecnologia da informação na logistica

      É importante entender como funciona a tecnologia da informação na logística, tendo em vista ser uma área do conhecimento voltada para o acesso, armazenamento e tratamento de dados, com o objetivo de facilitar a gestão e os processos de uma organização relacionados com o transporte de suas mercadorias.

      Em um cenário de competitividade e ritmos de produção cada vez mais intensos, automatizar tarefas e otimizar os processos logísticos é fundamental para qualquer empresa que queira bons resultados, aumento na margem de lucro e destaque no mercado.

      Ao fornecer informações de qualidade e ferramentas para uma administração mais precisa de processos logísticos, a tecnologia da informação (TI) auxilia em tarefas operacionais como controle de pátio e de frota, agenciamento e roteirização de entregas, gestão de documentação fiscal, administração de unidades produtivas, entre outras funções.

      Quer saber mais sobre o assunto? Neste post, explicamos como a TI pode ser o diferencial para a otimização dos processos logísticos da sua empresa, garantindo melhores resultados financeiros e operacionais. Confira!

      A TI e os processos logísticos

      Quando falamos de fluxo de informações em processos logísticos, nos referimos principalmente a pedidos ou reclamações de clientes, dados sobre estoque e suprimentos, documentação a respeito de transporte e faturamento, entre outras coisas.


      Na era da informação, na qual a tendência é a substituição dos papéis pelos computadores, manter um registro organizado e facilmente acessível de todas essas informações está diretamente ligado com o aumento da agilidade, da eficiência e da qualidade do serviço oferecido por uma marca. É aqui que entra a TI.

      Ao proporcionar ferramentas de fácil usabilidade para a gestão das informações administrativas, uma TI bem estruturada possibilita, entre outras coisas, a redução de custos e da velocidade operacional, redução da falta de material, melhoria da qualidade do serviço e do atendimento aos clientes e maior precisão nos níveis de estoque.

      Os principais benefícios da tecnologia da informação na logística

      A seguir, vamos mostrar os principais benefícios da aplicação da TI nos processos logísticos.

      Minimização de custos e falhas

      A automatização proporcionada pela TI evita que processos manuais tenham que ser executados, o que gera uma redução considerável de falhas humanas, além de identificar erros e propor a melhor solução para resolvê-los. Os custos operacionais também são mitigados, considerando que quanto menores as falhas, mais baixos serão os custos.

      Assertividade no planejamento

      Pelo fato da tecnologia proporcionar o acesso a um alto volume de informações e dados precisos, é possível melhorar o planejamento do negócio e, consequentemente, seus resultados. Por exemplo: a possibilidade de elaborar o melhorar trajeto antes mesmo do veículo sair para a entrega.

      Rapidez nos processos e nas entregas

      Além da grande quantidade de dados e informações geradas, elas são mais ágeis, seguras e confiáveis, fazendo com que a empresa tenha uma confiança maior no momento de tomar decisões estratégicas. Também, eleva a rapidez nos processos e nas entregas, como o exemplo já demonstrado em relação à viabilidade de estudar a rota mais vantajosa para a execução da distribuição, a fim de proporcionar rapidez e economia durante a atividade.

      Aumento na satisfação do cliente

      Quando o produto é entregue ao destinatário final sem danos, extravios ou atrasos na entrega, as chances de satisfação são enormes. Sendo assim, quando uma boa experiência é proporcionada aos clientes, fica mais fácil deles indicarem a companhia a outras pessoas próximas, o que é um marketing positivo para elevar a credibilidade da marca no mercado.

      As ferramentas que podem ser aplicadas nesse processo

      Vamos falar sobre alguns sistemas de TI muito utilizados pelas empresas e explicar quais são as suas vantagens no gerenciamento dos processos logísticos.

      Supply Chain Management

      Hoje, qualquer produto ou serviço oferecido por uma empresa passa por uma longa cadeia de suprimentos, que começa no fornecedor de matéria-prima (um agricultor, por exemplo), segue para o processamento, depois para o transporte e termina na distribuição ou comercialização do produto final.

      Com tantas variáveis envolvidas, você já percebeu que um único problema em qualquer etapa pode prejudicar todo o processo logístico, não é? O Supply Chain Management (ou SCM) é uma ferramenta tecnológica voltada especificamente para a administração e integração online dos fluxos de produtos, serviços e informações entre os fornecedores, a sua empresa e o cliente.

      Com os recursos proporcionados por um sistema de SCM, fica mais fácil e barato coordenar a compra de materiais, distribuir o produto final, administrar unidades produtivas, centros de distribuição e gerenciar estoques, tudo acessível por meio de uma única interface. Um verdadeiro quebra-galho em questão de praticidade.

      Yard Management System

      O Yard Management System (YMS), ou Sistema de Gerenciamento de Pátio, é um recurso de TI focado no controle do pátio da empresa via software, registrando fluxos de entrada e saída de veículos, armazenando históricos e oferecendo indicadores de performance (Key Performance Indicators — KPIs) confiáveis.

      Por meio de um YMS bem estruturado, é possível prever e impedir problemas e desvios na qualidade do serviço, cruzando planejamento com execução. Além do impacto na qualidade da gestão, o YMS também ajuda a reduzir os investimentos com a logística, já que simplifica todo o processo e otimiza resultados a médio e longo prazo.

      Supply Analytics 4.0

      O Supply Analytics 4.0 é uma solução que disponibiliza informações corretas sobre o controle dos distribuidores, pedidos para planejamento de produção, vendas, entre outros, de maneira otimizada, sem erros nos processos manuais e integrado na cadeia de vendas em geral.

      Também, exercer a função de VMI (Inventário Gerido pelo Fornecedor), usando o deep learning para colaborar com a inteligência preditiva e, dessa forma, propiciar o aumento da receita e minimização dos gastos para a organização.

      É uma ferramenta indicada para indústrias de médio e grande porte, que tem como base uma estrutura de captura de dados em comparação com registros de vendas e estoque dos distribuidores e varejistas, que são vistos como clientes dessas companhias.

      Entre os principais diferenciais desses recursos está a troca de dados convencionais que englobam informações manuais, onde o distribuidor e os varejistas são responsáveis por anotar o número de itens que foram vendidos.

      Já o Supply Analytics 4.0 atua como uma espécie de auditoria nos processos de vendas, que não dependem apenas de distribuidores (ou varejo) inserirem informações como a quantidade de mercadorias, considerando que é realizada uma conferência desses dados por meio das Notas Fiscais Eletrônicas geradas por esses parceiros.

      Além disso, proporciona agilidade ao processo, já que apresenta um formato de integração com a cadeia de suprimentos padrão, desenvolvido pela Secretaria da Fazenda, que é o órgão responsável pela fiscalização da Notas Fiscais trafegadas. Assim, quando a indústria faz essa conexão por intermédio da ferramenta, não é preciso nenhum tipo de customização, o que leva a uma economia relevante nas operações.

      Em resumo, a tecnologia da informação na logística mostra-se como uma importante aliada nesse processo, uma vez que diminui custos, otimiza os processos e, consequentemente, melhora os resultados da empresa.

      Quer proporcionar todos esses benefícios ao seu negócio? Então, entre em contato conosco e veja como nossas soluções podem ajudar!

      Por:
      eSales
      do autor

      Comentários sobre este post