Descubra como funciona o rastreamento de produtos e suas vantagens!

O rastreamento de produtos é uma estratégia usada pelas empresas para acompanhar a jornada da carga de seu ponto de saída até o ponto de chegada.

Hoje, são poucas as empresas que não utilizam esse recurso a fim de melhorar a sua gestão de transporte. Leia o post e veja como funciona o rastreamento de produtos e as vantagens que ele oferece ao gestor de Supply Chain e a toda a empresa!

O que é o rastreamento de produtos

Para rastrear produtos, aplica-se o conceito de rastreabilidade, desenvolvido no âmbito logístico em função da necessidade de saber em qual ponto se encontra o produto na cadeia logística. Nesse sentido, o rastreamento de produtos é um diferencial relevante no controle de qualidade.

O rastreamento de produtos responde perguntas como: “o que” (o produto); “de onde veio” (origem do produto); “para onde foi” (destino do produto); “onde está neste momento” (localização do produto em um período específico).

Atualmente, existem diferentes técnicas de rastreamento desenvolvidas pele Tecnologia da Informação (TI), como a radiofrequência.

Quanto mais eficaz a técnica de rastreamento de produtos, mais ficará satisfeito o consumidor com sua compra e com a empresa. Isso significa que o rastreamento de produtos pode ajudar na tão almejada fidelização.

O código de rastreamento de produtos

A rastreabilidade pode ser aplicada a partir do código de rastreamento de produtos. Trata-se de um conjunto de 13 dígitos que permite ao cliente e à própria empresa acompanhar o desenvolvimento da entrega do produto na cadeia logística.

O site dos Correios, bem como o site das empresas que efetuam serviços de transporte, permite essa consulta desde que o usuário disponha do código de rastreamento, que é enviado ao cliente via e-mail pelo vendedor ou prestador de serviços.

O acompanhamento dos itens até o endereço de destino

Quem efetua compras em lojas virtuais com frequência sabe do que se trata, visto que todas elas fornecem o código de rastreamento para o cliente acompanhar o caminho de seu produto e saber exatamente o dia em que ele será entregue em sua casa.

No site dos Correios, as informações são dadas a partir de 5 horas depois que o site da loja contata o cliente. A primeira atualização informa que o produto foi postado na unidade específica da cidade de origem. Caso seja necessária a postagem em outras unidades de Correios ao longo do Brasil (entregas interestaduais), por meio do código de rastreamento será possível saber quais são essas unidades.

Quanto o produto sai para entrega, a situação apresentada no site é “Saiu para entrega”. Entregue a encomenda ao cliente, a situação do produto no site muda para “Entregue”. Se não tiver ninguém em casa, a situação descrita será “Destinatário ausente”. Mas os Correios ainda fazem mais duas tentativas para entregar o produto. Se ainda assim não conseguir, o produto é devolvido ao remetente e será preciso que o cliente pague novo frete para o reenvio de sua mercadoria.

Empresas de transporte geralmente utilizam o número do CPF do destinatário para realizar o rastreamento de produtos nos sites. A vantagem do da rastreabilidade efetuada por empresas de transporte é que o cliente não fica sujeito a imprevistos como greves, que atrasam a entrega do produto.

A empresa que deseja fazer envios por meio de transportadora ou frota própria pode integrar um sistema de rastreamento ao seu negócio (seja ele uma loja virtual, uma loja física, uma empresa de qualquer segmento ou mesmo uma indústria. O importante é contar com um site que permita ao cliente o acesso fácil às informações de rastreamento).

O código de barras de produtos

O código de barras também pode ser usado como código de rastreamento de produtos, já que se trata de um número exclusivo de determinado produto. Ele também é aproveitado para o gerenciamento interno de armazém/estoque e para a expedição de mercadorias que serão enviadas ao cliente por meio de transporte.

Entre os códigos de barras mais usados estão o EAN-13 (composto por 13 dígitos) e o ITF-14 (usado em embalagens de entrega).

A tecnologia desenvolvida para o rastreamento de produtos

Os veículos de transporte são equipados com rastreadores que permitem fazer o acompanhamento da carga em sua rota de entrega.O rastreamento com o uso de GPS é o mais corriqueiro. O sistema GPS é formado por diversos satélites que circundam a Terra e emitem ao mesmo tempo sinais que possibilitam a adequada identificação da posição do veículo.

O rastreador recebe essas informações e transmite todas elas para a central de atendimento da empresa por meio de tecnologias como GSM (dispositivos móveis) e GSPR (tecnologia por rádio que aumenta a taxa de transferência de dados entre os dispositivos móveis, tornando mais fácil a comunicação e o acesso à rede).

A central de atendimento pode, assim, transmitir informações sobre a carga em tempo real aos clientes.

A identificação por radiofrequência (RFID) também é usada, junto com o GPS, para o rastreamento de produtos. A RFID permite identificar a posição do veículo mesmo em espaços fechados e cobertos, pois não depende de satélites, localizando a carga por meio de sinais de rádio.

Ela apresenta resistência à interferência de jammers (aparelhos utilizados para bloquear os sinais de celulares e rastreadores), apresentando um índice de recuperação de carga que alcança o percentual de 80%.

tecnologia RFID dispensa fios e pode identificar a distância qualquer objeto, recuperando informações sobre ele e armazenando-as em um dispositivo chamado tag. Já existem etiquetas de RFID que são colocadas em produtos e embalagens no lugar do código de barras ou junto com ele. Tal como o código de barras, a RFID também requer um dispositivo de leitura.

Com uma boa tecnologia de monitoramento e rastreamento de produtos, a empresa conta com informações 24 horas sobre o veículo, o motorista e a carga. Essas informações, depois de passadas à central de atendimento, são transmitidas pela internet, permitindo que os clientes fiquem a par da situação de entrega de suas encomendas.

Você já usa, em sua gestão de Suplly Chain, boas tecnologias para rastrear os itens que envia ou recebe na empresa? Clique aqui e conheça a nossa ferramenta